2ª etapa da Copa São Paulo Open de Downhill 2017 será neste fim de semana

A Copa São Paulo de Downhill é uma realização da ONG Progresso, com a supervisão da Confederação Brasileira de Mountain Bike, apoio da Prefeitura Municipal de São Vicente e o patrocínio da Riachuelo, por meio de Lei de Incentivo Paulista, um projeto de incentivo ao esporte que conta com o apoio da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo.

O evento esportivo irá realizar 03 etapas da modalidade mountain bike, na Baixada Santista, que tem sido o berço do downhill paulista e brasileiro. Com o intuito de difundir os valores ligados à modalidade como diversão, saúde e qualidade de vida, fomentando também a descoberta de novos talentos. Além de ser um atrativo esportivo e turístico para os visitantes da Região.

DH mural

Nota da organização:

Pilotos da Baixada Santista prontos para a Copa São Paulo Open de Bike Downhill

A segunda etapa da Copa São Paulo Open de Bike Downhill, que será realizada na pista de MTB Asa Delta Racing, em São Vicente (SP), já é aguardada com ansiedade pelos ciclistas da Baixada Santista e região. A competição, patrocinada pela Riachuelo, está marcada para o próximo fim de semana, no sábado e domingo (dias 17 e 18 de junho) e terá a presença de dois atletas locais que foram vencedores de suas categorias na abertura, Lucas Silva, na Sub-30, e Carlos Nascimento, na Máster C.

Para o vicentino Lucas Silva, top 5 da Descida das Escadas de Santos em 2017, a expectativa é grande para a disputa da competição no quintal de casa. “Muito bacana poder correr mais uma prova aqui na pista do morro da Asa Delta. Vai ser uma corrida muito legal e importante para o esporte no Brasil, porque será de alto nível e bem disputada. O mais legal de tudo é ver que agora a Prefeitura de São Vicente e o Governo do Estado estão nos ajudando, com as inscrições gratuitas e o suporte aos pilotos, para todos nós disputarmos o evento”, destacou Lucas. “A corrida será um sucesso. Vai lotar de atletas e público. Vamos com tudo”, completou.

Além de ser um dos pilotos mais experientes do evento, Carlos Nascimento, mais conhecido como o Minhoca, fala sobre o que haverá de novo no traçado da pista. “Ela estará mais fácil em relação a abertura, devido a presença de vários atletas mais novos e também para ajudar alguns atletas mais veteranos. Terá obstáculos mais difíceis, mas ao mesmo tempo teremos uma segunda linha mais tranquila, em que os pilotos não perderão muito tempo se optarem por ela. Vai ficar bom para quem consegue ir nos obstáculos mais sinistros, mas também mais fácil para quem não consegue e assim a pessoa não fica um tempo tão longe de quem passou no mais difícil. Tem locais que estão muito top agora. Mudou bastante, e para melhor. Convido todos a virem, seja para participar ou para assistir no feriado”, contou Minhoca, um dos responsáveis pela manutenção do local.

Teleférico liberado – A organização traz para o atletas um excelente novidade em relação a etapa de abertura, um legado muito valioso deixado pela Copa São Paulo Open de Bike Downhill. Durante os dois dias do evento, os ciclistas subirão de teleférico para o topo do morro, de forma gratuita. Após a competição em São Vicente, poderão pagar uma taxa diária e utilizar-se do teleférico durante todo o dia.

“Não ganhamos o teleférico apenas para a corrida. Agora, quem quiser utilizá-lo, poderá fazer diariamente, pagando uma taxa de 15 reais e subindo até quatro vezes para o topo, se eu não me engano. A galera tinha esse problema, por ter que subir a pé. O teleférico será aberto para os ciclistas todo os dias. De dia de semana a partir das 13h até de noite, e nos finais de semana a partir das 8h. Para quem quiser andar sozinho ou com dois ou três amigos, terá esse adianto de pagar pela utilização do teleférico e subir”, contou Minhoca.

“A liberação do teleférico é uma conquista. Já ando lá há sete anos e sempre foi uma vontade nossa. Esperamos que continue assim, com o pagamento de um valor por dia, para nós podermos treinar. Como não tenho carro, com o teleférico dá para treinar mais vezes e evoluir no esporte”, comentou Lucas. “Temos vários pilotos locais e nem sempre temos condições de ir para as corridas. Espero que com a valorização da pista, os pilotos também ganhem apoio e incentivo para disputar as principais provas do País. Todo apoio é válido para nós, competidores um esporte que cada vez mais cresce no País”, finalizou.

A Copa São Paulo Open de Bike Downhill é um projeto aprovado pela Lei Paulista de Incentivo ao Esporte (Lei 13.918) do Governo do Estado de São Paulo, com o patrocínio da Riachuelo, realização da ONG Associação Progresso, e apoio da Prefeitura do Município de São Vicente, através da Secretaria de Esportes, e da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo – SELJ.

Copa São Paulo Open de Downhill - capa

Copa São Paulo de Bike Downhill – Etapa II
Data: 17 e 18 de junho
Local: Pista Asa Delta Racing
Endereço: Rua José Adorno, 39 – Itararé, São Vicente (SP)

Mais informações na Página no Facebook ou no e-mail: imprensa.copaspdownhill@gmail.com

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.