Dobradinha da Venezuela e brasileiro em terceiro no Desafio Internacional Serra do Tepequém

O tradicional Desafio Internacional Serra do Tepequem foi realizado no último sábado, 19 de maio, no município de Amajari, em Roraima. A competição, conhecida pelo seu alto grau de dificuldade, chegou a sua 10ª edição distribuindo pontos para o ranking nacional e reunindo mais de 120 ciclistas de várias partes do Brasil e do exterior.

A vitória geral ficou com o venezuelano Jose Marques, da equipe Posada Waku, que conquistou o bicampeonato da prova após ser o atleta mais rápido a completar a temida Serra do Tepequém. A Venezuela ainda conquistou a segunda colocação com José Wladimir, da Loteria Del Tachira, enquanto o melhor atleta brasileiro foi Winston Junior, da Over Bike, na terceira colocação.

“Como sempre eu me preparei muito para chegar bem nessa competição. O nível de dificuldade que temos por aqui com a Serra do Tepequém exige muito esforço, então treinei muita subida para brigar pela vitória e graças a Deus consegui conquistar o bicampeonato”, declarou Jose Marques, campeão em 2017 e 2018.

Na prova feminina, a brasileira Maria Betania levou a melhor e garantiu o título. “Procuro sempre me dedicar aos treinos para estar sempre em uma boa forma durante as competições. Estou muito feliz por essa vitória”, declarou Maria.

O 10º Desafio Internacional Serra do Tepequém foi uma realização da Federação Ciclística de Roraima (FCR), com supervisão da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), e apoio da Frutaria WL, Prefeitura Municipal de Amajari, Aliança Publicidade, Restaurante da Irmã Regina, Policia Militar e Cinetran de Amajari.

Com informações de CBC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.