Atual 4º melhor no ranking mundial, Avancini confirma participação na 2ª da CIMTB

Atualmente em 4º lugar no ranking mundial, o atleta brasileiro Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) está confirmado para a etapa de Ouro Preto na CIMTB Levorin, entre os dias 8 e 10 de junho. As inscrições estão abertas e a prova acontece no Campus Cruzeiro, da Ufop. Avancini conquistou mais um resultado histórico na etapa de Copa do Mundo em Nové Mesto na Morave, na República Tcheca, neste domingo (27). O atleta também conquistou a 14º colocação na prova de Short Track da competição. Com resultados como este, Henrique Avancini é referência no mountain bike mundial.

“Uma coisa que me alegra bastante é saber que atletas estrangeiros, de países com históricos na modalidade, saberem e terem um nome na cabeça de um atleta brasileiro. Isso não é algo fácil de construir. Quando comecei a competir, a imagem que as pessoas tinham do atleta brasileiro era uma imagem não tão positiva e desconstruir isso e construir uma imagem de referência, ainda é um processo que está acontecendo. Acredito que a Raiza vem fazendo isso também na categoria feminina, acho que ela merece muito o que ela vem conquistando e tanto eu quanto ela, eu diria, que somos frutos de um esforço individual”, comentou o atleta.

De acordo com Avancini, para o brasileiro que almeja crescer no mtb, é necessário, além de pedalar, ir atrás de oportunidades. “Falando por mim, eu arregacei minhas mangas lá atrás, fui atrás das oportunidades, dos profissionais para trabalhar e realizar um bom trabalho fora das pistas, para que isso pudesse abrir portas. Infelizmente a gente ainda não consegue transformar isso no coletivo. Isso é o que eu mais gostaria de fazer, mas ainda é uma mentalidade que a gente não conseguiu quebrar no Brasil. Os atletas são mais preocupados em vencer uns aos outros do que superar uns aos outros e alcançar um nível mais alto. Mas acho que estamos caminhando para quebrar essa maneira de pensar e agir do atleta brasileiro”, expicou Avancini.

Henrique que já confirmou a presença na CIMTB Levorin, disse que a competição foi o principal campeonato da carreira dele. “Para falar o peso da CIMTB basta pensar que foi o principal campeonato da minha carreira e de todos os atletas brasileiros hoje. Estou na minha 19º temporada de Copa Internacional, desde a antiga Copa Amentur. Acho que é um evento que ensinou a muita gente, não só aos atletas, mas ao mercado e a mídia a desenvolver um esporte profissional. Vai muito além de números e quantidade de participantes e eu acredito que ainda é a base do nosso calendário. A CIMTB é o que sustenta a temporada dos atletas, é o que sustenta as notícias dos canais específicos, é o que sustenta a comunicação dos produtos do mercado de bicicleta”, disse.

Atual 4º melhor no ranking mundial, Avancini confirma participação na 2ª da CIMTB1

Para Avancini, o papel da CIMTB Levorin vai além da competição em si, pois dá oportunidade de aspirantes ao mtb profissional conviverem com competidores da Elite.

“É muito mais profundo do que o lado esportivo em si. Eu acho que os formatos que são mantidos, principalmente na prova de XCO, ajudam muito aos atletas mais novos ou mais velhos a terem contato, assistirem, a verem mais detalhes dos atletas profissionais. Esses são detalhes que a gente acaba não tendo nas provas de Endurance, nas de maratonas e longa duração. Já nesse formato da CIMTB, que também tem uma vivência com mais dias, os amadores podem ver os profissionais treinando e podem ver os atletas antes da competição. Isso quebra muitas barreiras, principalmente para os atletas mais jovens. Começa a ser uma coisa mais normal, veem atletas que são referências para eles, isso ajuda muito ao competidor jovem construir uma alto confiança para competir melhor, para eles se sentirem mais parte daquilo, e não só um admirador do esporte. A CIMTB tem esse papel importantíssimo, criar vínculo com os atletas no ambiente competitivo. É uma coisa importantíssima para todos nós e espero que seja mantida por muito tempo”, finalizou.

Henrique Avancini conquistou 160 pontos para o ranking mundial ao ganhar a etapa de Araxá, pontos importantes para que ele atingisse o atual 4º lugar na UCI atualmente. Abaixo você confere resultados de outros brasileiros na última etapa da Copa do Mundo.

Com informações de CIMTB

Atual 4º melhor no ranking mundial, Avancini confirma participação na 2ª da CIMTB2

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.