André Aikawa disputa a Taça Brasil de XCO após prejuízo de temporadas em acidentes

A cidade de Goiânia tem um encontro marcado com a adrenalina e velocidade. A capital de Goiás vai sediar a Taça Brasil de Cross Country – XCO, que acontece no domingo (24) e nossos atletas estarão novamente disputando a liderança do ranking brasileiro.

Entre os competidores está André Aikawa (Audax FSA), que durante a Taça realizada em junho de 2017, sofreu uma queda que rendeu no rompimento dos ligamentos do ombro esquerdo e uma rachadura na parte superior do úmero. O atleta demorou de seis a sete meses para recuperar-se do acidente. Recobrado as forças, Aikawa se preparava para o Campeonato Panamericano de XCO em abril de 2018, na Colômbia, quando sofreu mais um acidente durante o treinamento e fraturou a clavícula esquerda. Os incidentes custaram mais dois meses de competições para o atleta que liderava o ranking nacional, a CIMTB Levorin e foi um dos convocados para o mundial pela CBC. No prejuízo, duas temporadas perdidas e quase um ano desperdiçando condicionamento físico.

André Aikawa disputa a Taça Brasil de XCO após prejuízo de temporadas em acidentes (3).jpg

 

Contudo, atualmente André está em sexta posição no ranking brasileiro, logo atrás de Gustavo Xavier (Audax FSA) , atual vice-líder da categoria Júnior. Ambos competiram na segunda etapa da CIMTB Levorin em Ouro Preto – MG e Aikawa confessou como foi a experiencia de retornar às pistas. “Como esperado, estava me sentindo bem inseguro em cima da bike nos primeiros dias. No dia da prova estava com uma fluidez melhor que nos treinos, mas ainda assim a confiança leva um tempo para voltar e a pilotagem com certeza faz diferença no desempenho” disse o atleta.

A recuperação foi um processo lento. Em entrevista, André explica que para construir uma boa performance demanda tempo, mas para perder condicionamento é um processo mais acelerado. “Você ficando uma semana parado, leva mais ou menos de 15 a 20 dias para recuperar o que perdeu. Eu fiquei seis meses sem andar de bicicleta e a primeira lesão com certeza foi a de maior prejuízo. Mas tudo é um aprendizado. Tenho certeza que isso serviu para me preparar como atleta e como pessoa. A experiencia que tive com isso me deu uma bagagem muito grande que saberei utilizar futuramente” revela Aikawa.

Liderando Ranking

Gustavo Xavier vem liderando as etapas da CIMTB Levorin e em seu primeiro ano na categoria Júnior já mostrou que veio para disputar a liderança. Forte concorrente ao primeiro lugar no ranking nacional, esta já é sua 9º prova na categoria, onde subiu ao pódio em sete delas.

André Aikawa disputa a Taça Brasil de XCO após prejuízo de temporadas em acidentes (4).jpg

A favorita da Elite Feminina também estará competindo no campeonato. Desde a CIMTB Levorin, Letícia Cândido (Audax FSA) lidera o ranking nacional nas modalidades XCO e XCM e é forte candidata para chegar ao mundial pela Confederação Brasileira de Ciclismo. A atleta mantém uma rotina específica de treinos que resulta em um alto desempenho em suas performances, além de se preparar bem antes das competições fazendo o reconhecimento das pistas.

André Aikawa disputa a Taça Brasil de XCO após prejuízo de temporadas em acidentes (1)

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.