Polícia lança gás em manifestantes, atinge ciclistas e Tour de France é interrompido

Um protesto de fazendeiros interrompeu a 16ª etapa do Tour de France. Jornais franceses e britânicos relataram que moradores jogaram fardos de feno na pista entre Carcassonne e Bagneres-de-Luchon e tentaram bloquear a via. Policiais tentaram dispersar os manifestantes com gás de pimenta. A substância atingiu os ciclistas e forçou a parada da prova a 187 quilômetros do final.

Comentaristas da rede ITV4 revelaram que um agente de segurança francês lançou o spray de pimenta contra os ciclistas por engano enquanto tentava parar um manifestante. Os esportistas ficaram minutos sem entender o motivo da ação policial.

A competição foi retomada após a situação ser estabilizada. Os atletas sentaram-se em gramados à espera da bandeirada de reinício, o que ocorreu depois de cerca de 15 minutos. Segundo o “The Guardian”, nenhum ciclista foi prejudicado pela exposição ao gás.

Entre os ciclista prejudicados estão o camisa amarela de Geraint Thomas (Sky), Chris Froome, Peter Sagan (Bora-hansgrohe), Taylor Phinney (EF – Education First), Arnaud Demare (Groupama FDJ), Heinrich Haussler (UAE Emirates), Sonny Colbrelli (Bahrain Merida), Omar Fraile (Astana), Rory Sutherland (UAE Emirates) e Daniele Martinez (EF-Education First), estes precisaram de auxilio do carro médico para continuar competindo.

Segundo informações da imprensa internacional, a manifestação seria contra recentes mudanças na lei que trariam mais dificuldades e desvantagens em áreas rurais.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.