Para dar segurança aos atletas, organização muda trechos da prova após chuvas

Devido às chuvas e dar maior segurança aos atletas, a organização da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike mudou alguns trechos. Confira a fala do organizador Rogério Bernardes.

Equipe CIMBT.jpeg
Equipe CIMTB / Foto divulgação

“Para garantir a segurança da prova, a equipe está toda mobilizada, junto com o Trânsito, Prefeitura, Guarda Municipal e Polícia Militar. Por questões de segurança, nós da organização mudamos alguns trechos da prova, tiramos aqueles que estavam impossível pedalar. Para ter uma ideia, no ponto de água dois, nós não conseguimos nem acessar de carro para pegar a água e mudar de lugar. Onde está impossível de pedalar, nós estamos cortando. Tem que ter muita atenção na largada, porque nós vamos direto para o asfalto dentro de um chacreamento. O sigle track da largada nós tiramos porque estava impossível, tiveram acidentes lá, sem gravidade mas houveram. Depois, pega o asfalto de novo para ir para Santa Quitéria, de l Santa Quitéria cortamos alguns pequenos trechos que não era possível pedalar nem na subida, nem na descida. Do PC 15, pulou para o 18, do 36 para o 34. São números para exemplificar e nós estamos colocando os atletas em estradas cascalhadas aonde é possível pedalar. Ainda tem área de barro, mas tiramos os piores trechos para dar mais segurança aos atletas. Tem que ter muita atenção, estamos com toda equipe na pista. Nós vamos pedir muita atenção dos atletas para seguir as orientações, principalmente depois da largada. Tem uma entrada à direita veloz, e os atletas tem que diminuir a velocidade”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.