Cauan Madona e Felipe Manerim são os campeões do BMX Freestyle no Skature, em Sorocaba

O BMX Freestyle, modalidade do ciclismo que a partir de Tóquio-2020 fará parte do programa dos Jogos Olímpicos, fez neste fim de semana sua estreia no Skature. O evento, que conta com patrocínio máster da Riachuelo e está em sua segunda edição, abriu as portas para as duas rodas em grande estilo. Com pilotos de diversos lugares do Brasil, a disputa coroou o mineiro Cauan Madona e o cearense Felipe “Manerim”, após somarem 94,48 pontos nas apresentações no Street e no Mini-Ramp. Os paulistas Caio “Rabisco” e Anderson Ribeiro foram os vice-campeões, com 85,15 pontos, enquanto o paranaense Paulo Saçaki e o goiano Caique Gomes completaram o pódio, em terceiro lugar, com 84,90 na somatória.

A competição teve um formato inovador no BMX Freestyle nacional. Acostumados a competirem individualmente, desta vez os atletas tiveram que formar duplas. Com duas apresentações para cada piloto no Street e outras duas no Mini-Ramp, a melhor nota de cada um ficaria valendo para a definição dos vencedores. Assim, vivendo grande fase no esporte atualmente, Madona e Manerim não deram chances para os rivais, vencendo com uma vantagem confortável na somatória das notas.

Pódio do BMX Freestyle(Marcelo Mug  CBER).jpg
Pódio do BMX Freestyle 
(Marcelo Mug / CBER)

“Nossa ideia inicial era o Manerim e eu competirmos com outros atletas mais jovens, para assim incentivá-los na prática do esporte. Porém, ambos nos machucamos em uma competição no fim de semana passado, em São Bernardo do Campo, em que disputamos um evento em formato de mata-mata. Nós competimos um contra o outro e acabamos os dois se machucando. Assim, por conta dessa coincidência, resolvemos competir juntos aqui no Skature e deu certo a parceria”, disse Cauan Madona, integrante da seleção brasileira de BMX.

“Achei bacana demais toda a infraestrutura que o evento teve, além de termos sido muito bem recebidos. Fiz voltas boas e o principal foi curtir minha bike e me divertir. Isso sim é vida. Me identifico com todas as modalidades e gosto mais de street”, destacou o atleta cearense Manerim, que assim como Madona também representa o País em disputas do exterior. “Foi um campeonato muito legal e divertido. Nunca temos uma competição de dupla, onde não basta apenas você ir bem, mas seu amigo também. Geralmente é um esporte individual. Espero que tenhamos mais eventos deste nível, para a galera curtir e passar o fim de semana em um lugar incrível como este em Sorocaba”, completou o mineiro de Paraisópolis, Cauan Madona.

Competição reuniu atletas de vários estados do Brasil(Marcelo Mug  CBER).jpg
Competição reuniu atletas de vários estados do Brasil 
(Marcelo Mug / CBER)

Top 10 do BMX Freestyle no Skature

1 – Cauan Madona e Felipe Manerim – 94,48 pontos
2 – Caio “Rabisco” e Anderson Ribeiro – 85,15 pontos
3 – Paulo Saçaqui e Caique Gomes – 84,90 pontos
4 – Douglas Leite e Daniel Alves – 83,23 pontos
5 – Gabriel Ribeiro e Maycon Duarte – 78,18 pontos
6 – Rodrigo Oliveira e Gustavo Batista – 77,81 pontos
7 – Wesley “Risadinha” e Danilo Ferrugem – 76,93 pontos
8 – Alan Mendes e Warley Ferreira – 72,60 pontos
9 – Fabinho e Michael Talon – 66,35 pontos
10 – Rodrigo Silva e Anderson Queiroz  – 66,15 pontos

Skate – Diversas categorias estiveram em disputa no Skature, na modalidade do Skate. As principais delas foram os Best Trick com os profissionais. Enquanto Thiago “Xuxa” faturou o título do street, com manobras realizadas no corrimão e na escada, Rodrigo Maizena faturou o título no Mini-Ramp.

Shows musicais – Para alegrar esta grande festa dos esportes radicais na cidade de Sorocaba, a segunda edição do Skature contou com dois shows: o rapper Flip Rap se apresentou no sábado (24), encerrando a programação do primeiro dia. Já no domingo (25), foi a vez da banda Cidade Fantasma, fechar com chave de ouro o evento, tocando o melhor do rock and roll.

BMX Freestyle no Street(Marcelo Mug CBER)
BMX Freestyle no Street 
(Marcelo Mug / CBER)

Premiação especial – Os três primeiros colocados de todas as categorias em disputa na segunda edição do Skature receberam uma premiação mais do que especial, ofertada pela Riachuelo, a patrocinadora máster do evento: um cartão presente da Riachuelo, carregado com crédito para adquirir um look completo em uma das lojas da marca.

O Skature foi organizado pela CBER (Confederação Brasileira de Esportes Radicais), com apoio do Ministério do Esporte por meio da Lei de Incentivo ao Esporte (LIE) e patrocínio máster da Riachuelo, além de contar também com apoio do Brasil Skate Camp. A XYZ Live foi a responsável pela comercialização.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.