3ª etapa da Taça Brasil de MTB 2019 – Ulan Bastos e Letícia Cândido vencem

Realizada na cidade mineira de Governador Valadares no domingo, dia 12 de Maio, a Terceira Etapa da Taça Brasil, a Copa BigMais de XCO foi um verdadeiro sucesso para público e participantes. Nas duras trilhas preparadas pela organização, atletas de diferentes categorias testaram seus limites de força, velocidade e técnica para encarar subidas, descidas e obstáculos em busca da vitória e dos pontos Classe 2 UCI.

Na Elite Masculino, vitória do baiano Ulan Bastos (TSW Racing Team), com Kennedi Lago (Oggi Bikes) em segundo e Carlos Olímpio (TSW Racing Team) em terceiro. Entre as mulheres da Elite, vitória da mineira Letícia Cândido (Audax Corinthians), com Hercília Ferreira (Tripp Aventura) em segundo e Danielle de Moraes (Tripp Aventura) em terceiro.

“Foi uma prova extremamente dura. Larguei forte mas constante, em um ritmo que saberia que poderia aguentar as cinco voltas”, explicou Letícia, que lidera o ranking brasileiro de XCO.

Pódio Elite Masculino - Foto Carlos Quintero.jpg
Pódio Elite Masculino – Foto Carlos Quintero

“Porém, a partir do fim da terceira volta, sofri demais com a fadiga mas consegui zerar a pista inteira, mesmo tendo cometido alguns errinhos por conta do cansaço. Estou muito contente porque está muito quente e a pista é naturalmente muito técnica. Completar e ser campeã com uma boa performance, mesmo com todas as provas que estou correndo, me deixa muito feliz com meu desenvolvimento”, explicou.

A prova feminina foi marcada por uma certa dominância de Letícia, que saiu na frente e, volta após volta, foi abrindo cada vez mais vantagem sobre suas adversárias. Entre os homens, porém, a disputa foi intensa do início até quase o fim, com Ulan e Kennedi Lago medindo forças praticamente o tempo inteiro. No fim, Ulan saiu-se melhor, conquistando sua primeira vitória em uma prova válida pelo ranking UCI.

“Esta foi minha primeira vitória em uma prova com ranking UCI, e esse era um dos meus objetivos nesta temporada”, explicou o jovem atleta de 21 anos.

Pódio Elite Feminino - Foto Carlos Quintero.jpg
Pódio Elite Feminino – Foto Carlos Quintero

“O percurso estava muito quente, então sabía que a estratégia contrária bastante. Mentalizei minha prova e, como moro aqui, treinei bastante no circuito. Andei quatro das seis voltas com o Kennedi, mas justamente quando consegui abrir um pequeno gap ele acabou sofrendo um problema mecânico. Isso atrapalhou a disputa mas acabei ganhando a corrida. Ele estava muito bem preparado e certamente poderia ter me surpreendido, então dou meus parabéns também para ele”, complementou a jovem revelação da TSW Racing Team.

Organização promete maratona diferenciada para próxima temporada Mantendo a tradição de alternar entre provas de XCO e de Maratona, a organização da Copa BigMais já planeja uma competição especial para a temporada 2020: um XCM Classe 1 UCI. O desafio já tem um percurso pré-definido e data para acontecer – 17 de maio, no Rancho Glória, com trajeto de 80km composto praticamente só de singles.

Além da prova de 80km, a organização promete um trajeto mais curto de turismo, com apenas 35km, indicado para quem deseja contemplar belas paisagens, tirar fotos das belezas naturais da região e se divertir em um clima muito menos competitivo.

Trail Run foi sucesso - Foto Carlos Quintero.jpg
Trail Run foi sucesso – Foto Carlos Quintero

Com cerca de 2 toneladas de alimentos não perecíveis arrecadados, a edição 2019 da BigMais reforça seu caráter social e, em breve, todas as doações serão encaminhadas para entidades beneficentes de Governador Valadares.

“É um sentimento de muita alegria ver a pista cheia como ela ficou. Tivemos 227 atletas inscritos no XCO, mesmo sabendo que nossa pista é uma das mais técnicas do Brasil, o que pode acabar espantando algumas pessoas com menos habilidade”, explicou Marcone Miranda, organizador da prova.

Vale destacar que, além de um desconto especial para as categorias de iniciantes, a prova contou com desvios obrigatórios que funcionaram perfeitamente durante a competição, livrando os mais novatos de alguns dos trechos mais complicados da pista como rock gardens e saltos – apesar disso, os desafios foram constantes, o que exigiu bastante habilidade dos pilotos.

Estrutura TSW - Foto Carlos Quintero.jpg
Estrutura TSW – Foto Carlos Quintero

“Outra coisa que nos surpreendeu muito foram os participantes do Trail Run. Conseguimos colocar 551 pessoas em um circuito de de 4 ou 8km, no meio das pedras, o que não é fácil. Por estes motivos, ficamos muito felizes por concluir este evento com total sucesso. Recebemos muitos elogios e, inclusive, os comissários da CBC, FMC e da UCI não pediram nenhuma alteração na pista, estava tudo 100%”, complementou Marcone.

Segundo ele, a edição 2019 da BigMais serviu novamente como incentivo para dar continuidade ao trabalho de estímulo ao esporte, algo que norteia as ações dos organizadores desde o surgimento da Copa em 2013. “Isso nos motiva a continuar investindo no esporte, mostrando para as pessoas que ele pode mudar a vida de qualquer cidadão. Muitas vezes, a pessoa está deprimida em casa e a prática esportiva pode levar à uma vida muito melhor, por isso gostamos tanto de estimular uma vida saudável para todos”, finalizou o organizador.

Além das grandes disputas e da excelente organização, a BigMais ainda ajuda a promover o turismo esportivo na região de Governador Valadares, algo importante para a cidade e também para os parceiros da competição.

Um evento para a família - Foto Carlos Quintero.jpg
Um evento para a família – Foto Carlos Quintero

“A TSW está junto com a BigMais desde a primeira edição e vimos como a prova foi se profissionalizando, trazendo a Federação Mineira, a Confederação Brasileira e, desde o ano passado, a UCI, primeiramente com uma prova XCP e agora com uma prova XCO Taça Brasil”, comentou Manoel Assad, diretor de Marketing da TSW Bike.

“Ano que vem teremos uma Maratona Classe 1 CBC, comprovando que a prova está crescendo bastante. Isso confirma o potencial de Governador Valadares para a prática do esporte. Além da nossa pista de XCO de nível internacional, temos inúmeras possibilidades de trilhas. Graças a Copa BigMais, com apoio da TSW, a cidade vem se confirmando como um dos grande centros do MTB no Brasil, o que é importante não só para a TSW, mas também para o nosso esporte”, finalizou Manoel.

Copa BigMais 2019

Elite Feminino
1 – Leticia Cândido – 1:32:49
2 – Hercília Ferreira – 1:38:48
3 – Danielle Moraes – 1:46:50
4 – Kelly Olímpio – 1:57:53
5 – Daniele Santana – 1:44:05 – 4 voltas

Elite Masculino
1 – Ulan Bastos – 1:27:21
2 – Kennedi Lago – 1:28:51
3 – Carlos Olímpio – 1:31:47
4 – Pedro Hillo – 1:33:35
5 – Wolfgang Soares – 1:35:12

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.