Tour de France | Equipes e diretor de prova testam positivo para Covid-19

tour de france
Todos os pilotos negativos, mas quatro equipes agora correm o risco de expulsão com a regra “Dois positivos, equipe fora”

Os organizadores do Tour de France, ASO e UCI, confirmaram que quatro membros da equipe das equipes Cofidis, AG2R La Mondiale, Ineos Grenadiers e Mitchelton-Scott testaram positivo para coronavírus. No teste PCR realizado durante o primeiro dia de descanso.

Depois de uma manhã de rumores e perseguindo ônibus da equipe, o jornal francês L’Equipe, que também é propriedade da ASO. Relatou que nenhum piloto teve teste positivo. No entanto, a L’Equipe confirmou mais tarde que o diretor de corrida Christian Prudhomme tinha testado positivo e havia deixado a corrida. Assim em seguida, a ASO e a UCI revelaram que os funcionários da Cofidis, AG2R La Mondiale, Ineos Grenadiers e Mitchelton-Scott também tiveram resultado positivo.

Apesar dos casos positivos na ‘bolha da corrida’, o Tour de France continuará nesta terça-feira, com os pilotos enfrentando um potencial dia de corrida numa etapa plana favorável aos “Sprintistas” nas estradas costeiras entre Ile d’Oleron e Saint-Martin-de-Ré na costa centro-oeste da França.

A ASO e a UCI confirmaram que deixaram a bolha da corrida.

As equipes aparentemente sabiam dos resultados dos testes bem antes do início da etapa. Mas foram orientadas a aguardar a comunicação oficial da ASO e da UCI antes de confirmar os resultados dos testes. No entanto, uma série de equipes indicou que estava tudo certo para continuar no Tour de France, postando mensagens nas redes sociais sobre seu entusiasmo e objetivos para a segunda semana da corrida.

Em um ponto, um membro da equipe Deceuninck-QuickStep foi visto sendo levado por uma ambulância de corrida. Aparentemente para um teste secundário, mas os pilotos mais tarde embarcaram no ônibus da equipe para a jornada para a largada.

A equipe belga agiu rapidamente para esclarecer que o segundo teste do membro da equipe foi negativo.

“Foi cometido um erro no laboratório com a amostra que o indivíduo deu ontem. O que significa que foi recolhida para novo teste esta manhã. O resultado deste segundo teste foi negativo e continuaremos a correr normalmente ”, disse um porta-voz da equipe.

Cerca de 650 integrantes, entre pilotos, equipe e oficiais de corrida na “bolha da corrida” de proteção foram submetidos a testes entre a manhã de domingo e a tarde de segunda-feira.

Tour de France
Egan Bernal. Foto Bettin
Novas regras do protocolo anti COVID-19

As regras do protocolo médico COVID-19 do Tour de France foram alteradas na preparação para a largada da corrida. Contudo por ordem das autoridades médicas francesas. E assim significam que as equipes serão expulsas da corrida caso dois indivíduos entre os pilotos e a equipe sejam positivos. As equipes queriam diferenciar entre os oito pilotos e a equipe, mas com o número de casos COVID-19 crescendo rapidamente na França, o governo francês anulou um acordo UCI-ASO e confirmou a regra de “dois positivos, equipe fora”.

Depois de vários casos de falsos positivos no pelotão nas últimas semanas. Surgiram preocupações sobre a possibilidade de as equipes serem dessa maneira excluídas do Tour apenas para teste posterior negativo.

Segundo relatos da televisão francesa, os 650 testes de COVID-19 foram enviados a Paris para testes noturnos. O teste de acompanhamento foram realizado na corrida, no laboratório móvel de testes da organizadora da corrida ASO.

Nos dias que antecederam a Grande Partida do Tour de France em Nice, dois membros da equipe da Lotto Soudal foram mandados para casa após um teste não negativo. Embora em um momento em que as regras da corrida especificavam que dois pilotos com resultado positivo forçariam a equipe a sair do raça. Posteriormente, um funcionário foi confirmado como positivo.

Também não há nenhum plano em vigor especificando em que ponto da corrida um vencedor válido pode ser declarado. Contudo se caso a prova seja interrompida antes de Paris.

O diretor de corrida do Tour de France, Christian Prudhomme, testou positivo para Covid-19.

“A campanha de testes revelou que Christian Prudhomme testou positivo para COVID-19”, disse um comunicado divulgado pela ASO. “O Diretor do Tour de France, fez seu 4º teste em 1 mês, ficará em quarentena por 7 dias.

“Embora não fizesse parte da“ bolha da corrida ”e não tivesse estado em contato direto com nenhum dos pilotos e sua comitiva, Christian Prudhomme decidiu fazer o teste.

Além disso você também pode se interessar:
Medida acertada

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

2 comentários em “Tour de France | Equipes e diretor de prova testam positivo para Covid-19”

  1. Hoje terça feira 08/09 não foi dia de escalada nas estradas costeiras e sim uma etapa plana favorável aos sprintistas e com muito vento.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.