Caminhão no meio do circuito causa acidente no Tour de Luxembourg

Tour de Luxembourg
A última etapa Tour de Luxemburgo foi marcada por um acidente causado por um caminhão estacionado no percurso. O último incidente em uma corrida em que os pilotos protestaram contra a segurança.

Imagens de televisão mostraram vários pilotos no chão depois que o pelotão foi forçado a reduzir a velocidade 67 km do fim no Tour de Luxembourg.

Yevgeniy Gidich de Astana foi forçado a abandonar a corrida depois de sofrer cortes e contusões. Enquanto outros pilotos envolvidos incluíam a dupla do Bahrain McLaren, Fred Wright e Santiago Buitrago.

No início da semana, os pilotos fizeram um protesto improvisado durante a segunda fase. Após preocupações sobre os veículos igualmente estacionados na pista de corrida, incluindo um ônibus estacionado em uma descida íngreme no final da etapa de abertura de terça-feira.

Mesmo antes do incidente na fase final, o órgão regulador do ciclismo, a UCI, disse que entrou em contato com os organizadores da corrida e a polícia para garantir condições seguras de corrida.

“Continuaremos monitorando de perto a corrida como parte do nosso compromisso de reforçar nossas inspeções nos eventos. E assim tornar as condições seguras para os pilotos uma prioridade,” disse na quinta-feira.

“As corridas no Calendário Internacional da UCI que não estiverem em conformidade com os Regulamentos da UCI para a segurança do piloto podem enfrentar o cancelamento da etapa ou da corrida e outras ações disciplinares”. Por fim comentou a entidade.

Assim veja as postagens na redes sociais com as imagens:

Diego Ulissi assim venceu a corrida do Tour de Luxembourg.

Além disso você também pode se interessar:
Medida acertada

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.