Como criar resistência emocional e ter um melhor desempenho

Fala Galera do Triathlon, como estamos nos treinos neste mês de Setembro?

Este mês falam sobre questões emocionais e então resolvi trazer algum conteúdo de artigos que pesquisei sobre Resistência Emocional, que tem muito com nosso esporte e qualquer outro de Endurance.

Nos esportes de resistência além do condicionamento físico, também é muito importante o estado emocional, mas o que seria Resistência emocional?

Resistência emocional é quanto sua mente suporta estresses fisiológicos. 

Uma pessoa pode estar em ótima forma física, mas pode estar passando por uma tempestade emocional. Fisicamente, parece ótimo; emocionalmente está em ruínas.

Mas o esgotamento emocional também pode e se manifesta fisicamente. 

Em casos mais extremos, um atleta quebra e as lágrimas descem. Você já deve ter visto pessoas correndo uma maratona e chorando. É como quando a luz do tanque de gasolina do carro acende e você percebe: ‘Eu só tenho alguns kms antes de parar.’ 

As lágrimas são o mesmo aviso; você precisa atravessar a linha de chegada ou irá, parar”. 

Curiosamente, esse esgotamento psicológico é em parte a essência do esporte de resistência: “Você está treinando para chegar a esse ponto de esgotamento e ruptura e, em seguida, encontra uma maneira de ficar nesse estado pelo tempo que puder até você desmaiar ou atravessar a linha de chegada. ” 

Mas se estiver fraco emocionalmente, será mais fácil desmoronar e partes do corpo se desgastarem. Tome, por exemplo, se você tiver uma lesão logo ao iniciar sua corrida. Depois de esgotado emocionalmente, você se torna totalmente consciente da dor física. 

Foto reprodução Getty Images
A escala de energia emocional varia de 0 a 100. 

Se você sente que sua energia emocional está nos 90, é provável que tenha uma corrida muito boa naquele dia. No entanto, se o pensamento negativo tomar conta, você ficará para baixo na escala e não terá um bom desempenho. 

Se você está lidando com alguma coisa, seja honesto consigo mesmo.

Digamos que, se você está lidando com um rompimento, um luto ou algo ruim em sua vida pessoal, não há problema em aliviar a pressão. “Diga a si mesmo: ‘Ainda vou competir e este é o meu melhor, considerando o contexto’. 

Então, o vigor emocional é inerente ou é algo que podemos desenvolver? 

Podemos nascer com grande resistência emocional, mas grande parte disso é o meio que vivemos e pode ser aprendido.

Existem diversas maneiras e elementos para elevar e ou criar nossa resistência emocional, mas talvez um dos mais importantes seja: FÉ (ou o que isso significa para você em sua vida). 

O lendário corredor britânico Eric Liddell, que disse uma vez:

“O segredo do meu sucesso nos 400 metros é que eu corro os primeiros 200 metros o máximo que posso. Então, pelos segundos 200 metros, com a ajuda de Deus, corro mais. Isso ocorre porque a resistência emocional também tem uma raiz na fé espiritual, que faz sentido quando você pensa sobre isso. 

Quando estamos ficando sem energia e a linha de chegada está à vista, todos tendemos a procurar por um sinal ou um impulso – como diz o ditado, não existe ateu no km 35 da Maratona do IronMan .

Deixem seus comentários e vamos conversando mais sobre. Vamos juntos nessa jornada.

Italo Valu
Treinador de Triathlon ; Graduado em Ed Física
Treinador Certificado IronMan; 
CBTRI Nível 2; Training Peaks
valubikes@gmail.com
Instagram: @VALU_TRIF
acebook: Valu Triathlon
SITE: http://www.Valutri.com

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

1 comentário em “Como criar resistência emocional e ter um melhor desempenho”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.