Com rockgardens naturais, pista de Ouro Preto tem tudo que o XCO merece com segurança

Uma pista com tudo o que um Cross Country Olímpico (XCO) merece. Drops, subidas fortes e descidas que compensam a força do atleta. É isso que a pista da 3º etapa traz. O evento acontece nos dias 29 e 30 de junho em Ouro Preto, no Campus Morro do Cruzeiro da UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto). Inscreva-se aqui. Com categorias para todas as idades e perfis de atletas, a CIMTB Michelin traz uma pista ainda mais concisa em relação à primeira etapa, com melhorias e algumas alterações.

O percurso é variado e vai ser preciso preparar as pernas para as subidas. Nas descidas, a adrenalina, a diversão e a pilotagem deve acompanhar o atleta. Além disso, o competidor pode esperar um XCO com uma fluidez agradável, já que a prioridade da organização é sempre a segurança do competidor e também a diversão dele e do público.

Com rockgardens naturais, circuito de Ouro Preto tem tudo o que o XCO merece com segurança (2).jpg
CIMTB – Fotos: Thiago Lemos / CIMTB Michelin

Neste sentido, as mudanças realizadas tem o objetivo de distribuir o público em torno do percurso, para que haja uma interação ainda maior. Com isso, a área de apoio teve uma pequena alteração, para dar mais conforto para o apoiador e para o atleta. O espaço está um pouco acima do local do ano anterior.

Para o biker e ouro-pretano, Kilder Melo, percurso é acessível para todas as categorias e garante tudo o que um XCO merece. “A pista em Ouro Preto é fantástica! O nível de dificuldade técnica não é elevado e é uma pista que exige maior habilidade para quem quer tirar tempo nas descidas”, disse. “A pista é 100% pedalável, rockgarden natural com bastante pedras do tipo “canga”, o que dá um toque especial. Pneus mais indicados são mais largos (2.20/2.40). As subidas são relativamente curtas e a inclinação variável. Na minha opinião, é a pista de XCO mais fantástica do Brasil”, completou.

CIMTB - Fabio Piva 1
CIMTB – Fotos: Thiago Lemos / CIMTB Michelin

 

“As alterações feitas na CIMTB Michelin Ouro Preto este ano têm como objetivo dar mais interação na competição entre público e atletas. Proporcionar diversão para o atleta, com segurança, estão entre nossas prioridades, mas atualmente o público do mountain bike se mostra muito presente e ativo, então, ele também faz parte da competição e quer acompanhar o show dos atletas de perto”, comentou. “Em 2018, surpreendemos com o público de Ouro Preto e este ano esperamos receber uma grande torcida novamente”, disse o organizador Rogério Bernardes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.