Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019

A Team Ineos vai correr com as correntes de Nanotube desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019, que possui um revestimento especial de baixa fricção que reduz o atrito. Se você reconheceu corrente de Nanotubos, provavelmente foi por que ela foi originalmente desenvolvida para o recorde da hora de Bradley Wiggins em 2015.

Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019 (2)
Foto divulgação

A corrente Nanotube é uma corrente Shimano Dura-Ace R9100 que é especialmente limpa e preparada pela Muc-Off, usando um processo de nove etapas, incluindo banho ultrassônico para remover o revestimento existente e aplicar o próprio revestimento de baixa fricção da empresa. De acordo com a Muc-Off, o desenvolvimento original da Wiggins Hour Record custou mais de £ 6000.

NTC-Lube-Dip-835
Foto divulgação

O dinamômetro da Muc-Off mede o atrito em suas correntes e de seus concorrentes, a empresa mostrou usando o mesmo que outras formulações de baixa fricção, especificamente a corrente CeramicSpeed UFO, tendiam a se tornar menos efetivas rapidamente, de modo que quaisquer ganhos seriam perdidos antes do final de um típico dia no Tour de France. Mas a corrente de nanotubos teve o mesmo desempenho de baixa fricção por períodos significativamente mais longos.

A Muc-Off informou que sua proteção dura mais de 400 milhas nas condições secas e 250 milhas em molhado e / ou lama.

Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019 (6).jpg
Foto divulgação

O recorde de Wiggins foi alcançado em 2015 e, embora o recorde de horas agora pertença a Victor Campenaerts, que percorreu 55.089 km, superando a distância de Wiggins em 563 m, levou 4 anos para que alguém melhorasse o tempo de Wiggins. E, ao contrário de Campenaerts, que andava em altitude no velódromo de Aguascalientes, no México, o pedal de Wiggins ficava ao nível do mar, onde a pressão atmosférica é maior e segura mais ciclista.

Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019 (1)Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019 (1)Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019 (2)Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019 (2)Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019 (3)

Team Ineos utilizará corrente de 6 mil libras desenvolvida pela Muc-Off no Tour de France 2019 (5)
Fotos divulgação

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.