Cape Epic 2019: Avancini critica Nino ao final da 1ª etapa

Após a 1ª etapa hoje, Henrique Avancini falou clara e abertamente estar desapontado com o penta campeão mundial de XCO, Nino Shurter. Em uma entrevista para a organização do Cape-Epic, ele afirmou que desejava que tivessem microfones nas bikes para que as pessoas ouvissem o que o Nino diz aos ciclistas do pelotão. O companheiro de equipe Manuel Fumic afirmou que os atletas Scott-SRAM estavam fazendo jogo e que no início desta competição, todos estão fortes. A dupla ficou em 2º lugar nesta segunda-feira (18).

Avancini, cruzou a linha de chegada sem comemorações e após ser perguntado pela repórter se ele poderia esperar uma dupla forte com Nino e Lars, ele afirmou.

“Eles estavam fortes hoje, mas honestamente não assusta. Como eu já disse, Nino é o melhor mas a minha motivação também é grande. Para ser honesto, seria legal se tivéssemos microfones nas bicicletas e assim as pessoas poderiam conhecer quem é o ‘Real Nino’”, disse.

O brasileiro ainda completou: “É uma semana longa e estou muito confiante. Eu acredito em mim, no meu parceiro e na minha equipe. A gente vai fazer essa competição ser legal e como eu disse, ninguém me assusta no Cape-Epic”, comentou.

A repórter rebateu Avancini e perguntou o que ele queria dizer com Real Nino, Avancini explicou.

“Ele simplesmente não dá a mínima para nenhum atleta no pelotão. Ninguém conhece esse lado dele e eu realmente odeio isso. Eu trabalhei duro para chegar nesse nível, para chegar nesse ponto na minha carreira profissional e ele está sempre falando merda para todos os corredores que assustam ele”, explicou.

“Ele é o melhor. Mas honestamente, nessa corrida, ele não é o capitão do barco e não me assusta. É uma semana longa e eu vou fazer uma boa luta nos outros dias. Aos poucos ele vai mostrar quem ele é, como sempre”, finalizou.

Cape Epic 2019 Nino e Forster em 1º com Avancini e Fumic em 2º na 1ª etapa (4).jpeg
Avancini e Fumic após a 1ª etapa do Cape Epic 2019 – Foto divulgação

O companheiro de equipe Manuel Fumic também com uma feição séria desde o início da entrevista.

“Foi um dia longo. A pista estava forte e estressante todos estavam com energia suficiente. Foi só o começo da competição. Todos estavam seguindo fortemente e havia muitas brigas por posições. Então, estava bem normal por ser o início”, disse.

“Scott estava jogando e a gente não queria entrar nessa, e então pedalamos consistentemente”, “São 7 estágios, ainda temos 6 dias e esse é só o começo. Todos estão fortes neste início, mas a gente já conhece a competição. É uma semana longa, veremos. concluiu Fumic.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.