Os benefícios da prática do Yoga para o ciclista

Quem pratica esporte sabe que intercalar diferentes tipos de atividade física de maneira equilibrada, é uma excelente maneira de potencializar os benefícios da prática à saúde. No caso do ciclismo, um dos exercícios complementares mais indicados é o yoga.  A técnica milenar garante ao praticante uma maior resistência aeróbica, flexibilidade e concentração, e independente de como você usa a bicicleta, seja como meio de transporte ou como esporte, incorporar o yoga traz vantagem no condicionamento físico e mental.

Em relação aos benefícios físicos, as primeiras mudanças sentidas pelos ciclistas após  o início da prática são em relação ao fortalecimento e alongamento do corpo, o que colabora para um posicionamento correto sobre a bike. “As posturas do yoga trabalham a resistência, exercitando os músculos de forma integrada. Como atuam fortemente sobre o core (região formada pelos músculos do quadril, abdome e para vertebrais), ajudam o ciclista a sustentar a posição do tronco, prevenindo dores na região lombar e evitando tensões na musculatura das costas, ombros e braços”, explica professora de yoga e também ciclista Adriana Dex.

divulgação - Adriana Dex
Adriana Dex – Foto divulgação

Durante o Gran Fondo Rio de Janeiro, campeonato mundial de ciclismo, que acontece dia 28 – Adriana vai aplicar todos seus ensinamentos para os participantes no Resort Portobello – local de concentração da prova. Em um espaço especialmente montado de frente ao por do sol, Adriana Dex dará aulas especial para os atletas como também dicas de  alongamentos e posições para que os participantes da prova possam encarar os 2 mil metros de ascensão acumulada sem sofrimento.

“Durante as aulas, vamos focar nos vários benefícios que a yoga traz a quem pratica o ciclismo. Um deles é o fortalecimento do core, quadríceps, isquiotibiais, glúteo e flexores do quadril, melhorando também a postura, flexibilidade e a consciência corporal. Será ensinado, também, a manter a calma e o foco mental, utilizando a respiração através de exercícios respiratórios chamado Pranayamas”, explica Adriana. “Serão trabalhadas formas de alongar e relaxar o corpo, nada que deixe o ciclista cansado antes da disputa”, complementa.

Algumas posições de yoga que proporcionam um alongamento eficiente pra ciclistas

Posição angulada (Salamba Supta Baddha Khonasana)

Posição angulada (Salamba Supta Baddha Khonasana)
Foto divulgação

Esta posição de yoga ajuda a relaxar a zona mais exigida nos ciclistas. Você pode ficar nela o tempo que quiser. Comece sentado e posicione as plantas dos pés uma contra a outra. Mantenha os pés na posição e deite. Tente ficar entre 5 a 10 minutos assim.

Torção de tronco (Athara Parivartanasana)

Torção de tronco (Athara Parivartanasana)
Foto divulgação

Esta posição é boa para quem tem as costas durinhas, ela relaxa completamente a espinha dorsal, quadril e ombros. E ainda alivia a lombar. Deite sobre o chão com os joelhos dobrados e próximos ao peito. Inspire e ao soltar o ar leve os joelhos para um dos lados torcendo o tronco. Mantenha os braços abertos para segurar o ombro encostado no solo e repita o movimento do outro lado.

Posição do Camelo (Ustrasana)

Posição do Camelo (Ustrasana)
Foto divulgação

Esta posição de yoga alonga a virilha, coxas e as costas. Ainda estica o peitoral, ombros e o pescoço. Comece de joelhos sentado sobre os calcanhares. Apoie as mãos nos pés e comece a elevar o corpo projetando o quadril a frente e deixando a cabeça pender para trás.

Inspire e comece a levantar enquanto expira. Tente olhar para a parede atrás de você. Se caso não conseguir a flexibilidade para manter as mãos nos calcanhares, use uma pilha de livros atrás de você para apoiar. Na posição final, respire umas cinco vezes.

Pernas expandidas (Prasarita Padottanasana)

Pernas expandidas (Prasarita Padottanasana)

Comece com os pés bem afastados (quando mais você afastar as pernas, mais fácil vai ser para o posterior da coxa). Colocando as mãos no quadril, inspire fundo e vá descendo o tronco soltando o ar e avançando o máximo que puder. Se os posteriores estiverem muito ruins, dobre um pouco os joelhos.

Variação A: Coloque suas mãos numa cadeira ou pilha de livros que esteja em nível inferior aos ombros. Vá avançando até posicionar as mãos entre os pés. Se conseguir desça até os antebraços encostarem no chão.

Sobre o Gran Fondo Rio de Janeiro 2019

O ciclismo nacional terá sua grande disputa da temporada no estado do Rio de Janeiro com a 9◦ etapa oficial da UCI Gran Fondo World Series, campeonato mundial de ciclismo amador, criado e comandado pela UCI – o GRAN FONDO RIO DE JANEIRO 2019. A etapa brasileira acontece 28 de abril, em Mangaratiba (RJ). A prova tem cerca de 120 quilômetros, sendo 2 mil metros de ascensão acumulada.

O GRAN FONDO RIO DE JANEIRO 2019 (GF Rio de Janeiro) irá reunir mais de 1.000 atletas amadores de vários estados e países na região mais propícia ao ciclismo de estrada, entre o  mar e  montanha, e tendo como base o Portobello Resort.

“Criamos uma prova para ciclista que gosta de desafios, visuais deslumbrantes e testar limites”, conta Gabriela Monteiro de Barros, organizadora do evento e ciclista amadora há mais de 15 anos.

Vem aí o Gran Fondo Rio 2019
Vem aí o Gran Fondo Rio 2019

A prova tem cerca de 120 quilômetros, sendo 2 mil metros de ascensão acumulada na conhecida Serra do Piloto. De importância histórica, o trajeto da prova se desenvolve pela antiga Estrada Imperial, a primeira via de rodagem do Brasil de 1856, com prédios antigos,  típicos do período colonial, e algumas ruínas.

A estrada oferece uma vista deslumbrante para a Baía de Mangaratiba permeada por quedas d´água como as cachoeiras dos Escravos e Conceição de Jacareí. A região é considerada uma das mais belas do Brasil, localizada nas proximidades da Rodovia Rio-Santos, entre a Serra do Mar e a Baía da Ilha Grande, a 109 km do Rio de Janeiro ou a 102 km do Aeroporto Internacional Tom Jobim.

Serviço do evento:
GRAN FONDO RIO DE JANEIRO 2019 / http://www.gfriodejaneiro.com.br
Data: 28 de abril de 2019
Local: Serra Piloto – Mangaratiba, Rio de Janeiro.
Local exato da largada: Em frente ao Parque de Exposições – Estr. São João Marcos, SN
Praia Do Saco, Mangaratiba – RJ, 23860-00
Horário de largada – 7h30
Horário de previsão de termino da prova – 14h30
Imagens do percurso:

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.