Vamos Passear promove inclusão e qualidade de vida em Salvador

Um percurso muito bonito, pela orla de Salvador, em um dia de sol e a presença de mais de 2.700 pessoas, com suas bikes, patins e skates, ou simplesmente caminhando, para promover a qualidade de vida e combater o sedentarismo. Pai, mãe e filha participando juntos. Amigos percorrendo o percurso lado a lado, casais aproveitando cada quilômetro. Foi assim a estreia do “Vamos Passear”, evento inclusivo e para toda a família, apresentado pelo Ministério da Cidadania e pela Brasilprev, que teve sua primeira etapa na capital baiana, neste domingo (28), com largada e chegada na Praça de Piatã.

O objetivo era reunir a família, os amigos, em uma oportunidade única de praticar exercícios juntos, buscando uma vida mais saudável, para o corpo e para a mente, bem-estar e, ao mesmo tempo, proporcionando momentos de lazer e confraternização. Ao final, os elogios e a alegria dos participantes mostraram que o objetivo foi mais do que atingido.

A largada, pela manhã, em baterias, foi na Praça de Piatã para 10 km com as bikes, 5 km de patins e skate e 3 km para quem optou pela caminhada, com chegada no mesmo local. Diferentes percursos e distâncias para que todos pudessem escolher o que melhor se encaixava na sua rotina, em um evento aberto também para pessoas com deficiência intelectual ou cognitiva.

Eliane, professora, foi de bike (@ericasoledadefotografia)
Eliane, professora, foi de bike (@ericasoledadefotografia)

Depois da prova, os participantes tiveram à disposição uma área de lazer, com ioga, massagem, Espaço Kids, oficina mecânica para bikes, patins e skates – se necessário – e bicicletário, além de um palco para fotos, onde todos puderam registrar o momento, a participação no “Vamos Passear”.

Quatro tribos em completa harmonia – De bike, patins, skate ou na caminhada, o que se viu foi muita festa na manhã de sol em Salvador. No final, diversos elogios, já com saudades e pensando na próxima edição. “Eu gostei do evento. Posso andar com meu skate e com minha família”, afirmou Maria Clara, 11 anos, estudante que participou ao lado do pai e da mãe. “Muito bom estar com minha esposa, minha filha, curtir, praticar esporte com todo mundo junto”, destacou o gerente de vendas Anderson, 38 anos. “Um evento importante, pois cada um pode praticar o esporte que mais gosta, na sua categoria, mas se divertindo junto e, no final, todos praticando um pouco mais de saúde”, completou Paloma, 35 anos, gerente de compras.

A opinião da família de Anderson, Paloma e Maria Clara foi compartilhada pelos diferentes participantes. Como o funcionário público Marcio Rosa, que participou da caminhada, junto com a mulher grávida. “O evento incentiva a prática do esporte. Estou com minha família aqui e feliz em fazer parte”, garantiu.

Largada da caminhada (Eros Filmagem Divulgação)
Largada da caminhada (Eros Filmagem Divulgação)

Maria Alice, 32 anos, administradora de empresas, que também fez a caminhada, destacou o fato do evento ser inclusivo. “Fantástica essa parte da inclusão, de pessoas com mobilidade reduzida. Importantíssima para nossa cidade”. Já Eliane, 32 anos, professora, foi com sua bike.  “O Vamos Passear incentiva as pessoas a se movimentar. Muito bom”.

“Evento muito organizado, bem planejado. Gostei demais. O cuidado que o pessoal tem com a saúde aqui. Com água, frutas. Tudo ótimo. Maravilha”, observou o bancário Marcos Vinícius, 42 anos, que participou de patins.

Ademir Filho, 45 anos, auxiliar de produção, foi de skate. “Excelente. Espero que tenha mais eventos assim. Adorei”. Os amigos Fernando Medeiros, 58 anos, professor de Educação Física, e Felipe Dantas, nutricionista, 29 anos, também. “Evento nota 10. Que tenha mais vezes”, disse Fernando. Foi maravilhoso. Tudo impecável”, completou Felipe.

Larissa, condutora de veículo de emergência (@ericasoledadefotografia).jpg
Larissa, condutora de veículo de emergência (@ericasoledadefotografia)

Larissa Galvão, 32 anos, condutora de um veículo de emergência, destacou a organização. “Muito top, super organizado. Bem trabalhado na questão do trajeto, com o pessoal, caminho bem sinalizado. Bom mesmo”.

Balanço positivo e já pensando na próxima etapa – Ao final, Felipe Romero, organizador do “Vamos Passear”, fez um balanço positivo e já com foco na segunda etapa, no orla de Copacabana, no Rio de Janeiro, no dia 19 de maio. “Uma prova diferente, com quatro modalidades, quatro tribos em um só local. Estávamos na expectativa de como seria essa convivência. Foi um sucesso, bastante positivo o resultado. Os skatistas, os participantes com patins, com as bikes, convivendo em harmonia com as pessoas caminhando, em um evento que não é de competição e, sim, participativo, recreativo. Muito legal. Todos adoraram. Agora é partir para a próxima etapa”, destacou Felipe.

“Patrocinar a realização do Vamos Passear é um incentivo da Brasilprev à qualidade de vida, dimensão essencial para a viabilização de projetos de vida de longo prazo. Em paralelo, a companhia entrega a sua diretriz de apoiar ações culturais e esportivas voltadas ao entretenimento de toda a família”, afirmou Ângela Beatriz de Assis, diretora Comercial e de Marketing da Brasilprev.

Tribo da bike (@ericasoledadefotografia)
Tribo da bike (@ericasoledadefotografia)

Quatro etapas em diferentes cidades – Após Salvador, serão mais três etapas em 2019, nesta primeira edição do “Vamos Passear”, organizadas pela Fundação Special Olympics Brasil – Promoção de Eventos:
19/05 – Rio de Janeiro (RJ) – Orla de Copacabana (em frente à Praça do Lido)
02/06 – Brasília (DF) – Parque da Cidade SK (estacionamento 6)
14/07 – São Paulo (SP) – Parque da Independência – Ipiranga

O “Vamos Passear” é patrocinado pela Brasilprev, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, com organização da Fundação Special Olympics Brasil – Promoção de Eventos e apoio da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania.

Sobre a Special Olympics Brasil – Projeto global sem fins lucrativos, a Special Olympics é um movimento mundial centrado no desporto, fundado em 1968 por Eunice Kennedy – irmã do 35° presidente dos Estados Unidos John F Kennedy. Trata-se de uma organização internacional criada para apoiar pessoas com deficiência intelectual a desenvolverem a sua autoconfiança, capacidades de relacionamento interpessoal e sentido de realização por meio do esporte.

Evento inclusivo (@ericasoledadefotografia)
Evento inclusivo (@ericasoledadefotografia)

Acreditada pela Special Olympics International, as Olimpíadas Especiais Brasil atuam nas seguintes modalidades esportivas: atletismo, águas abertas, basquete, bocha, futebol, natação, ginástica rítmica, tênis, tênis de mesa, vôlei de praia e judô, além dos Programas: APLs (Atleta Líder), Escolas Unificadas, Atletas Saudáveis, Atletas Jovens, MATP (Atividade Motora Adaptada) e Famílias. Tendo o país quase seis milhões de pessoas com deficiência intelectual, as Olimpíadas Especiais Brasil possui cerca de 50 mil atletas cadastrados e mais de 7 mil atletas treinando e competindo durante todo o ano.

A cada quatro anos, milhares de atletas de todo o mundo se encontram para uma competição internacional – Os Jogos Mundiais da Special Olympics que, em 2019, será sediado em Abu Dhabi, Emirados Árabes, e receberá mais de 7.000 atletas de 192 delegações. A equipe brasileira que está se preparando para a competição mundial é composta por 100 pessoas, sendo 56 atletas, 17 atletas parceiros, treinadores e staff.

Sobre a Brasilprev – Com 25 anos de atuação, a Brasilprev Seguros e Previdência S.A. tem como acionistas a BB Seguros, braço de seguros, capitalização e previdência privada do Banco do Brasil, um dos maiores bancos do país, e a Principal, uma das principais instituições financeiras dos Estados Unidos. Líder do setor, a companhia administra mais de R$ 260 bilhões em ativos e uma carteira de 2 milhões de clientes. Especialista no negócio de previdência privada, com produtos acessíveis e serviços diferenciados, a Brasilprev conta com a rede de agências do Banco do Brasil como seu principal canal de distribuição.

Mais informações no site: www.vamospassearbr.com.br

Familia unida no ciclismo (@ericasoledadefotografia)
Família unida no ciclismo (@ericasoledadefotografia)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.