André Gohr e Tamires Radatz são campeões brasileiros de contrarrelógio em Paulínia – SP

Não faltou velocidade durante as primeiras disputas do Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Estrada, realizadas nesta sexta-feira, 28 de junho, na cidade de Paulínia, em São Paulo.  Os ciclistas mais rápidos do país enfrentaram a prova de contrarrelógio individual e mostraram muita qualidade e preparo físico para superar o vento forte e todas as adversidades do percurso.

Com a excelente marca de 46,1km/h de média, o catarinense André Gohr, que já havia conquistado o título nacional nas categorias Junior e Sub-23, voltou a subir no lugar mais alto do pódio, mas desta vez na Elite, principal categoria da modalidade. Gohr completou o percurso de 28,8km com o tempo de 37min29s, terminando 24s mais rápido que o segundo colocado, Cristian Egídio, e 30s do terceiro, Rodrigo do Nascimento, ambos da equipe São Francisco Saúde/Ribeirão Preto.

André Gohr acelerando no CRI.jpg
André Gohr acelerando no CRI
Crédito: Luis Claudio Antunes/CBC

“Esse título tem um valor especial. Já havia vencido essa prova em outras categorias, mas nada como ser campeão brasileiro na Elite. Estou muito feliz. O crono é uma prova que eu gosto bastante de fazer. A prova foi realizada em um circuito novo, com características diferentes, muito vento, mas essa variação de percurso é benéfica e acaba valorizando a característica de todos os atletas”, destacou André Gohr.

Representando a renovação do ciclismo nacional, Gabriel Machado, da Black Arrow Team, cravou o tempo de 38min42s e garantiu a medalha de ouro na categoria Sub23. Fabio Dalamaria, da Taubaté Cycling Team, ficou em segundo lugar a apenas 10s, seguido por Bruno Campos, da Indaiatuba Cycle Team, na terceira colocação a 25s.

Bicampeonato

Na Elite feminina, prevaleceu a força e a juventude de Tamires Radatz, que aos 24 anos conquistou o seu segundo título nacional consecutivo na categoria Elite. A ciclista, natural de Itajaí, completou o percurso de 21,6km em 31min50s, tempo suficiente para comemorar a medalha de ouro com a sua equipe AVAI F.C/FME Florianópolis.

Tamires Radatz é campeã
Tamires Radatz é campeã
Crédito: Luis Claudio Antunes/CBC

“Fiquei emocionada por estar vencendo novamente a prova mais importante do calendário nacional. Treinei bastante, estava com uma ótima sensação, mas o nível das adversárias foi bastante alto e precisei saber administrar as forças para não faltar no final. Já chorei muito de alegria ao compartilhar o resultado com a minha família, é uma sensação incrível”, destacou a campeã.

O segundo lugar ficou com Flávia Oliveira Paparela, que marcou 32min31s, seguida por Ana Paula Polegatch, da Memorial/Santos, que mesmo superando alguns imprevistos durante a sua participação, conseguiu terminar na segunda colocação com 33min00s.

Entre as atletas da Sub23, Talita da Luz, da Liga de Ciclismo Campos Gerais, conquistou a medalha de ouro com 35min09s, seguida por Nicolle Wendy, SMELJ/Curitiba, que marcou 35min39s576 e ficou com a prata, e Thayná Araujo, da Memorial/Santos, bronze com 35min787.

Classificação
Resultados prova de Contrarrelógio Feminina
Resultados prova de Contrarrelógio Masculina

Brasileiro de Ciclismo de Estrada 2019
Brasileiro de Ciclismo de Estrada 2019
Crédito: Luis Claudio Antunes/CBC
Elite feminino
Elite feminino
Crédito: Luis Claudio Antunes/CBC
Elite masculino
Elite masculino
Crédito: Luis Claudio Antunes/CBC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.