Warm Up Linhares da Brasil Ride oferece desafios para todos os níveis em setembro

Para alguns, uma oportunidade de se testar visando a ultramaratona Brasil Ride, no fim de outubro, no Extremo Sul da Bahia. Para outros, apenas um passeio entre amigos e familiares, com toda a estrutura que um evento de nível internacional proporciona. Esse é o clima do Warm Up Linhares da Brasil Ride, marcada para 1º de setembro, à beira da Lagoa Nova. A prova marca a estreia do principal circuito de ciclismo no País e contará com três categorias, sendo duas competitivas – Pro e Super Pro – e uma apenas visando incentivar os iniciantes no esporte – Tour.

Na Tour, são 64,7 km e 900 m de altimetria acumulada. Na Pro, 80 km e 1.600 m altimetria. E, na Super Pro, 103 km e mais de 2.400 m de desnível acumulado, com premiação de R$ 9.000 dividida entre os três primeiros colocados na elite masculina e feminina – R$ 2.000, R$ 1.500 e R$ 1.000 entre primeiro e terceiro colocados, respectivamente. “No Warm Up Linhares, vamos estrear a categoria Tour. Colocamos esse nome porque não será uma prova e não haverá pódio. Todos os atletas recebem medalhas de participação. O intuito é incentivar quem está começando no esporte, embora seja um passeio um tanto quanto exigente”, explica Mario Roma, fundador da Brasil Ride.

“Em termos de data, a prova em Linhares está bem próxima da ultramaratona Brasil Ride, então, é uma última oportunidade para o ciclista sentir se está bem preparado para competir entre 20 e 26 de outubro, na Bahia. Também apresenta semelhanças geográficas em relação a Porto Seguro e Guaratinga, cidades-sedes do nosso evento. Ou seja, quem fizer a Super Pro, vai encontrar um tipo de percurso muito parecido com algumas das etapas difíceis da nossa maior competição. E quem participar na Pro, estará se aventurando no nível médio da Brasil Ride”, conta Mario Roma.

Warm Up Linhares da Brasil Ride oferece desafios para todos os níveis em setembro (3).jpg
Inscrições seguem abertas 
(Ney Evangelista / Brasil Ride)

Categoria Pro – No nível intermediário, os ciclistas terão 80 km e 1.600 m de altimetria acumulada. Diferentemente das demais etapas do Warm Up, não recebe o denominação de categoria sport, porque não é um desafio simples. “Será uma prova dura, mas menos do que a Super Pro, embora se assemelhe às etapas médias da Brasil Ride. Não tem subida imensa, embora exista uma que acumula 200 m de desnível, com uma parte de inclinação de 22%”, conta Rafael  Campos, direto de prova da Brasil Ride.

“O visual é muito bonito. Todas as largadas serão na imensa e bela lagoa da cidade, a Lagoa Nova, com clima de praia e bem arborizada. Para a largada é bem plano, até chegar às montanhas na proximidade da divisa com Minas Gerais. Serão subidas e descidas, single tracks e plantações de cacau. Teremos um visual bacana de rochas, como em Guaratinga. Por volta do km 40, encontraremos a subida mais difícil que vai definir a prova”, completa o diretor de prova.

Warm Up Linhares da Brasil Ride oferece desafios para todos os níveis em setembro (1).jpg
Warm Up Linhares, último teste para a Brasil Ride 
(Ney Evangelista / Brasil Ride)

Super Pro – Com 103 km e 2.440 m de altimetria acumulada, é grande o acúmulo altimétrico. Um percurso realmente duro e para quem está em um bom nível de condição física. “Os primeiros 17 km são fáceis, completamente plano e em estradão. Aí, chega a primeira subida que realmente testa o ciclista, com trechos chegando 27% o grau de inclinação. Neste ponto já se separam os pelotões e não tem mais alívio. Subidas e descidas, não tão longas”, conta Rafael Campos.

“No km 47 vem parte mais difícil. Quase 500 m de desnível. É o local de definição da prova. Quem chegar afogado, vai ter dificuldades. No alto, uma vista incrível na região da capelinha antes da descida em um downhill bem técnico. Pedras e single track, momento marcantes também. A prova seguirá dura, com algumas subidas e descidas e o final por terrenos diferenciados. O nome é Super Pro porque está no nível de quem compete na Bahia”, finaliza Campos.

Programação – O Warm Up Linhares terá sua sede, com largada, chegada e premiação, na Lagoa Nova. A retirada de kit, no sábado, dia 31 de agosto, será realizada no Pratti Hotel (Av. Rufino Carvalho, 793 – Centro), entre 16h e 20h. Na manhã do domingo (1º/9), também haverá retirada de kit, porém na sede do evento, com horários distintos para cada categoria: Super Pro, das 6h30 às 7h; Pro, das 7h às 7h30; e Tour, das 7h30 às 8h. Já as largadas serão às 7h30 (Super Pro), 8h (Pro) e 8h30 (Tour).

Warm Up Linhares da Brasil Ride oferece desafios para todos os níveis em setembro (2).jpg
Prova conta com três categorias 
(Ney Evangelista / Brasil Ride)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.