Dupla brasileira conquista bronze na prova Madison do Pan de Cochabamba 2019

Daniela Lionço e Wellyda Rodrigues conseguiram a terceira colocação neste sábado, dia 7 de setembro.

O Brasil conquistou a medalha de bronze neste sábado, dia de 7 de setembro no Campeonato Pan de Cochabamba 2019, que está sendo disputado na Bolívia. As ciclistas Daniela Lionço e Wellyda Rodrigues conseguiram a terceira colocação na prova Madison feminino.

Após vencer o último sprint, a dupla brasileira somou 20 pontos na classificação geral. O ouro ficou com os Estados Unidos, com 33 pontos, enquanto a prata foi para o México, com 29 pontos. Foi a primeira medalha pan-americana do país na Madison feminino.

dupla-brasileira-conquista-bronze-na-prova-madison-do-pan-de-cochabamba (2)
Wellyda e Daniela com o técnico Emerson Crédito: Divulgação

A equipe brasileira seguiu com bons resultados na prova dos 500m contrarrelógio. Tatielle Valadares finalizou na 7ª colocação com 35s291. A mexicana Jessica Salazar fez 32s842 e garantiu o ouro, seguida pela colombiana Martha Bayona, com 33s083, e a mexicana Daniela Gaxiola, com 33s134, prata e bronze, respectivamente.

Já na prova de Velocidade Individual, Joao Vitor foi o melhor brasileiro ocupando a 13ª colocação. Flavio Cipriano ficou em 15º lugar. A primeira colocação ficou com Nicholas Paul, de Trinidad Tobago. Jair Tjon, do Suriname, ficou em segundo, e Kevin Quintero, da Colômbia, completou o pódio em terceiro.

Neste domingo, 8 de setembro, a seleção finaliza sua participação no campeonato disputando as provas Por Pontos, com Daniela Lionço, e Keirin, com Tatielle Valadares.

dupla-brasileira-conquista-bronze-na-prova-madison-do-pan-de-cochabamba (1)
Pódio do Pan de Cochabamba 2019, bronze para o Brasil Crédito: Divulgação

Daniela Lionço e Wellyda Rodrigues postaram em suas rede sociais seus agradecimentos a todos os envolvidos nesta conquista.

View this post on Instagram

CAMPEONATO PANAMERICANO DE PISTA-Bolivia- Cochabamba 7/09/2019 A medalha é nossa Brasil, um bronze muito lutado. Agradeço demais a minha parceira @danielalionco doidinha estamos juntas. Agradeço a minha equipe @ciclismoabec e @penksvestuario que são outros malucos apaixonados por esse esporte (graças a Deus). E que Deus os colocou na minha vida.! 🙏🏽😍 Agradeço a @fab_oficial @cdafab @cdmbofficial, e @renatinhagavinho nossa chefe de equipe, por confiar em nós e nos auxiliar demais sempre que precisamos. Agradeço @crissilvaciclismo @vivi982 por me auxiliarem e por me darem o prazer de treinar com vocês (de graça 😂) por essas estradas a fora, e me aconselharem… vocês são luz na minha vida. Agradeço @solifes @vittoria.brasil @4funbikecenter @fiobikeshop Pelo apoio. Obrigada minha família, (@solsantos1979 Te amo) amigos, minha irmã @biancaterumi e parceiros de faculdade ( vcs são demais) @andressamella Prof, obrigada por ter nascido. 🙏🏽☺️😘(excepcional) @nataliavsd minha nutricionista favorita, te admiro muito obrigada por cuidar de mim. Por último e sem dúvida não menos importante, quero agradecer meu treinador Emerson Silva que me acompanha desde 2012 e acredita no meu potencial. Terceira medalha internacional na pista que conquistamos juntos. 🥉velocidade por equipes 2013/Chile🥉Omnium 2018/Cochabamba 🥉madison 2019/Cochabamba. Obrigada @frfermino @ciclismocbc @timebrasil Pela oportunidade de representar meu País em uma prova de tão alto nível. #penks #wellyda #wellydani #madison #ciclismofemenino @borapedalar @pedalcombr @praquempedala @canal_do_ciclismo @fpciclismo

A post shared by WÉLLYDA (@wellyda____) on

Mais informações no site da CBC

Leia a notícia anterior de ciclismo pista

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.