Diverge Gravel Race Brasil Ride reúne amigos e famílias

Diverge Gravel Race
2ª edição da primeira prova brasileira exclusiva da modalidade gravel será realizada no dia 23 de novembro, na Cuesta Paulista

Confraternização com os amigos e família, em um clima descontraído no estilo happy hour. Assim pode ser definido o conceito da modalidade gravel do ciclismo, que caracteriza-se pela mistura dos terrenos road/off-road. Aproveitando este espírito, o engenheiro Vinicius Martins convidou a esposa e convocou os colegas de pedal para, no dia 23 de novembro, competirem em Botucatu, na segunda edição da Diverge Gravel Race Brasil Ride, a primeira prova do País exclusiva de gravel, em que a tradicional camiseta de finisher é substituída ao final do percurso –  de 90 km ou 65 km – por uma caneca de chope.

A história de Vinicius Martins no ciclismo assemelha-se com a de muitos: ele descobriu o esporte na infância e, mais velho, ia para escola ou trabalho pedalando. Passados alguns anos sem pedalar, Vinicius voltou a ter mais contato com a bike a partir de 2008 e, aos poucos, seguiu para a vertente do cicloturismo há exatos seis anos. Desde então, ele vive no mundo da bike de aventura, tanto fazendo viagens cicloturísticas, quanto na prática do gravel.

Diverge Gravel Race
Vinicius Martins em prova de gravel
(Divulgação)
Vinicius Martins

“Vamos para Botucatu com vários amigos, companheiros de treinamento e também minha esposa estará pedalando comigo. Os treinadores de nossa assessoria esportiva também irão, ou seja, vamos em uma turma boa e espero viver o lado mais descontraído, que é o lado de gravel. Já fiz uma outra prova da modalidade no País e quando subi no pódio, o organizador reclamou de nós estarmos de chinelo. Mas é isso que esperamos da gravel, algo descontraído e roots, com brincadeiras e trocas de experiências. Quero ver a modalidade crescendo e as pessoas aproveitando e curtindo amizades novas”, destaca Vinicius.

O ciclista enaltece a organização da Diverge Gravel Race Brasil Ride, pela criação de uma prova única da modalidade. “Provas exclusivas de gravel no País valorizam aqueles ciclistas que escolheram fazer essa modalidade. Já disputei outras corridas, mas que se misturavam com outras vertente da bike. Ou seja, você penaliza quem é da gravel por conta das subidas e descidas, sem falar que para o mountain bike, o legal de pedalar é o single track. Uma prova da grandeza da Brasil Ride, realizando um evento único de gravel, dá visibilidade e traz a tona uma modalidade que está crescendo e é pouco entendida, tanto pelo mercado quanto pelos praticantes do off road”, comenta Vinicius.

“Quando pensamos em gravel, temos a modalidade muito forte nos EUA. Gravel significa cascalho e já pedalei em estados norte-americanos, em estradas de terra plana, batida e sem buraco, apenas com cascalho, aquelas pedras pequenas. Lá não tem subidas inclinadas, nem aqueles desníveis causados pelas enxurradas. Aqui não temos isso. O gravel brasileiro é técnico, ou seja, o tipo de pneu aqui deveria ser mais largo e com cravo e nossa relação de marcha deveria ser mais leve, tendo um range maior para subida”, finaliza o ciclista, que está inscrito na distância de 90 km. 

Diverge Gravel Race
Vinicius Martins no Mundial de MTB 24h Solo de Costa Rica (Divulgação)
Inscrições segue abertas

As inscrições para a Diverge Gravel Race Brasil Ride seguem abertas e podem ser feitas acessando o site da prova: http://gravelbrasilride.com.br/. A programação será toda no sábado (23), com retirada de kit entre 10h e 13h, e duas largadas, a primeira às 12h para os inscritos nos 90 km, e a segunda às 14h, para quem vai competir nos 65 km. A premiação está prevista para as 17h30. Serão oito categorias por idade, além da PCD (Pessoas Com Deficiência), que conta com inscrições gratuitas, todas nos gêneros masculino e feminino. 

Celeiro Restaurante

A organização da Brasil Ride não poderia escolher lugar melhor do que o Celeiro Restaurante (Rod. Gastão Dal Farra, Km 4, s/n – Demétria), em Botucatu, para a realização da Diverge Gravel Race Brasil Ride. O local conta com a estrutura necessária para que familiares e amigos dos atletas divirtam-se, enquanto os ciclistas pedalam nas trilhas e estradas da região. Um dia único não só para os participantes, como também para os familiares e amigos.

Brasil Ride: Mais que uma prova, uma etapa em sua vida.
Você também pode se interessar:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.