Rubinho Valeriano alega ser vítima de contaminação em suplemento

Rubinho

Rubinho Valeriano publicou em suas redes sociais um laudo realizado pelo Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro que nesse sentido detectou altas doses do diurético Furosemida em um dos suplementos consumidos pelo atleta.

No dia 24 de setembro, inesperadamente ele anunciou em sua conta do Instagram estar temporariamente suspenso de competições. Igualmente no mesmo dia Sense Factory Racing até então equipe que Rubinho fazia parte divulgou uma nota comunicando o desligamento do mesmo da equipe.

Rubinho explica ainda que, agora, ele deve passar por um processo de julgamento pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), nos próximos meses.

Assim leia abaixo na integra a nota apresentada pelo atleta.

Galera, um esclarecimento sobre meu caso de positivo para o diurético furosemida

Depois de mais de três meses de espera, finalmente venho dar uma notícia que todos queriam ouvir. Estou postando o laudo do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro que comprova que tomei um suplemento adulterado. Eu tomei a Maca Peruana produzida pela Fitoforme e, no laudo, foi encontrado 1,59mg/g do diurético Furosemida no produto, o que prova minha inocência.

Comprei o suplemento normalmente e, no rótulo, não existe a presença da Furosemida. Segundo meu advogado, o caso pode ter inclusive sido uma adulteração e não uma simples contaminação. Também gostaria de informar que a ANVISA e a Polícia serão acionadas e que todas as atitudes legais serão tomadas.

Quero agradecer primeiramente à DEUS, e a todos aqueles que acreditaram em mim e que estiveram ao meu lado nestes momentos tão difíceis. Agora vamos marcar o quanto antes o julgamento, onde tenho certeza que será provada minha inocência.
Muito obrigado a todos!

Veja abaixo a postagem
Além disso você também pode se interessar:
Que venham as provas de estrada

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.