Santini transforma produção de camisas em 10.000 máscaras por dia

santini

A fabricante de roupas para ciclismo Santini, conhecida atualmente por produzir as camisas dos campeões do mundo, do mudou sua produção para a produção de máscaras cirúrgicas e assim ajudar aqueles que combatem a propagação do coronavírus.

Bergamo rapidamente se tornou um dos epicentros da Itália para o vírus Covid-19, que está causando uma drástica desaceleração do comércio em todo o mundo; embora algumas lojas de bicicletas estejam relatando um salto nos negócios de transporte e reparo.

Em entrevista, a gerente de marketing da Santini, Paola Santini, explicou que o negócio primordialmente sempre foi inovador e que agora é hora de mostrar exatamente sua capacidade de design e produção.

“Fizemos o protótipo. Agora aguardamos a aprovação do Politecnico di Milano que o está testando e dessa maneira a partir de segunda-feira, 23 de março, poderemos colocar nossa máscara em ação. Já testamos o maquinário e estamos prontos para produzir dez mil máscaras por dia. Recebemos muitos pedidos, mas a prioridade será dirigida a Bergamo e sua província, porque tocamos as dificuldades de nossos hospitais e o quanto eles ainda trabalham em empresas com suas próprias mãos. ”

O protótipo de Santini é produzido ao lado de outra empresa local, a Sitip, que é fornecedora de tecidos impermeáveis ​​e respiráveis.

A empresa, assim como muitas outras, se adaptou rapidamente para transferir todos os funcionários capazes de trabalhar remotamente para o trabalho doméstico. Uma loja de marca própria local fica fechada até 4 de abril.

No Reino Unido, Santini é uma marca do ZyroFisher Stable.

Além disso você também pode se interessar:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.