Olimpíada de Tóquio 2020 é oficialmente adiada para 2021

Olimpíada
Primeiro-ministro do Japão diz que os jogos ocorrerão ‘o mais tardar’ no verão de 2021

No domingo, 22 de março, o Canadá saiu oficialmente da Olimpíada. Assim logo outras nações seguiram o exemplo, desistindo das Olimpíadas e instando o Comitê Olímpico Internacional (COI) a tomar uma decisão sobre o adiamento dos Jogos de 2020.

Segunda-feira, 23 de março, o antigo membro do COI Dick Pound nesse sentido disse em declaração que o evento seria adiado. O COI se recusou a confirmar o adiamento.

Por fim, nesta terça-feira, 24 de março, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou que ele e o chefe do COI, Thomas Bach, chegaram a um acordo durante uma ligação telefônica. As Olimpíadas serão adiadas e realizadas “o mais tardar” no verão de 2021.

“Considerando a situação atual, em relação aos Jogos de Tóquio”, assim disse Abe, “como nação anfitriã, para garantir que atletas de todo o mundo possam competir em suas melhores condições e também para garantir a segurança máxima para os espectadores, pedi a ele que adiasse os jogos em cerca de um ano. ”

O COI e o governo japonês concordaram que a chama olímpica permanecerá no Japão, como um “farol de esperança”. Também foi acordado que os Jogos manterão o nome de Jogos Olímpicos e Paralímpicos Tóquio 2020.

A Olimpíada estava programada para acontecer de 24 de julho a 9 de agosto e a Paraolimpíada de 25 de agosto a 6 de setembro. Em contrapartida esta será a primeira vez que o COI reagendará uma Olimpíada devido a ameaças à saúde.

As Olimpíadas nunca foram adiadas ou canceladas durante o tempo de paz.

Até às 11h30 desta terça, foram registradas 17.241 mortes e 395.647 contaminados ao redor do planeta.

Além disso você também pode se interessar:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.