Dia Mundial da Bicicleta | Caloi e Aromeiazero no “Pedal contra o Corona”

Dia Mundial da Bicicleta
Ação objetiva levar informação e proteção contra o vírus para ciclistas entregadores de São Paulo e dará manutenção gratuita nas bikes

Dia Mundial da Bicicleta – Levar informação e kits de higiene a ciclistas entregadores de São Paulo. Mas também oferecer revisão gratuita nas bikes, são os objetivos do “Pedal contra o Corona”, uma ação do Instituto Aromeiazero que ganhou apoio da Caloi no dia que é celebrado o Dia Mundial da Bicicleta.

A campanha

A ação começa nesta quarta-feira dia 3 de junho e terá seis dias nas próximas duas semanas nos principais pontos de concentração de ciclistas entregadores, tais como Vila Olímpia, Pinheiros, Avenida Paulista e Centro da Capital. Assim abordagens serão realizadas entre 15 e 18 horas, fora do horário de pico de entregas.

“Seja no momento mais crítico da pandemia, como o que o Brasil atravessa agora, ou na retomada das atividades, como na Europa, a bicicleta mostrou-se relevante e uma grande aliada”. Afirma Vitor Borba, gerente de marketing da Caloi.

“Nossa realidade exige, ainda, o combate à proliferação do vírus. Então nada melhor do que levar informação e ajuda aos entregadores, que se mostraram verdadeiros heróis durante esse período crítico”. Por fim completa.

Em ação

Uma equipe do Instituto Aromeiazero contudo foi capacitada para ir às ruas e promover conversas com esses trabalhadores e explicar, de maneira clara e simples, sobre a dinâmica de contágio pelo vírus. Eles receberão um guia impresso contendo os procedimentos necessários para a prevenção pessoal e familiar e um kit contendo máscara de proteção e material de higiene. Quem precisar também poderá fazer uma revisão gratuita da bicicleta na oficina do Aromeiazero. As instruções para realizar o agendamento de dia e horário serão dadas junto com a entrega dos kits.

“Ainda que prestem um serviço essencial, muitos ciclistas entregadores podem vir a se contaminar ao realizar esse tipo de trabalho. Como a bicicleta tem ganhado cada vez mais espaço na mídia como parte do enfrentamento e é apontada como um possível legado positivo do corona, criamos essa campanha para valorizar e dar mais segurança para esses jovens que têm buscado a bicicleta para enfrentar o desemprego. Com esta ação, queremos mostrar que viver dae bike pode ser seguro e acessível”, assim explica Murilo Casagrande, diretor de Desenvolvimento Institucional do Aromeiazero.

Sobre o Instituto Aromeiazero

Organização sem fins lucrativos que promove a bicicleta como instrumento de transformação social, cultural e pessoal, estimulando a diversidade e a colaboração. A missão é promover uma visão integral da bicicleta, não só como transporte, mas também como expressão artística. Mas também oportunidade de renda, lazer, esporte e também como ferramenta de mudança no modo de vida e humanizando as relações nos centros urbanos.

Além disso você também pode se interessar:
Medida acertada

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.