Museu dedicado ao Setor de Duas Rodas abre com apoio da Abraciclo

Museu

Associação é uma das mantenedoras do Centro Cultural Movimento que abre suas portas para o público nesta sexta-feira (12 de novembro), em Socorro (SP)

O Centro Cultural Movimento (CCM), museu inteiramente dedicado ao segmento de duas rodas, abre suas portas para o público nesta sexta-feira (12 de novembro). Assim na cidade de Socorro, estância hidromineral distante a 140 quilômetros da capital paulista. A Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares; Abraciclo é uma das mantenedoras desse espaço que reúne em seu amplo acervo motocicletas, bicicletas, documentações, fotos, mas também publicações que resgatam a história da motocicleta e da bicicleta no Brasil.

Idealizado pelo piloto e jornalista Carlãozinho Coachman, o centro cultural está sediado na antiga estação ferroviária que passou por uma profunda reforma. Construído pela Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, em 1909, o prédio histórico teve as estruturas originais mantidas na reforma, incluindo as paredes de alvenaria e igualmente o antigo madeiramento do telhado.

A Abraciclo contará com um Espaço Institucional onde serão exibidos vídeos que mostram as atividades e campanhas desenvolvidas pela associação, além de conceitos de segurança no trânsito. Durante o ano todo, também serão distribuídos materiais educativos da entidade, como cartilhas de segurança para motociclistas e ciclistas, selos “Paz no Trânsito”, entre outros.

De acordo com o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, uma das missões da associação é colaborar com iniciativas que ajudam a manter viva a memória do setor de duas rodas e valorizam a história e a importância da motocicleta no país.

“Preservar a história sempre é um grande desafio e os museus representam um importante instrumento de preservação da memória de um povo. É um lugar onde podemos ver o que foi feito no passado, aprimorar o nosso presente e aperfeiçoar nossos conhecimentos e tecnologias para garantir um futuro melhor”, assim afirma Marcos Fermanian.

Centro Cultural Movimento

De acordo com Carlãozinho Coachman, a semente do museu nasceu em 2004, quando o pai Carlão Coachman foi homenageado pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) por sua colaboração na prática do trial no Brasil.

“Naquela época, ele era o vice-presidente da entidade e muitas pessoas o conheciam, mas não sabiam da sua ligação com o esporte”, relembra. “Acendeu uma luz vermelha, de alerta. A história da modalidade que contava com um campeonato brasileiro há 18 anos, estava desaparecendo. Nós não podíamos deixar isso acontecer. Comecei com o projeto MotoStory, lançado em 2006, e hoje temos o museu”, então comemora.

Contudo além do Espaço Abraciclo, o museu traz diversas atrações, como o Hall da Fama (que homenageia as personalidades do Esporte, Indústria e Jornalismo de duas rodas), a Sala dos Troféus (que resgata a memória das competições nacionais) e o Salão Nobre, dedicado a exposições transitórias. Já nas laterais, o visitante acompanhará o desenvolvimento cronológico com uma linha do tempo formada por documentos que retratam os 120 anos dessa trajetória.

Serviço
  • Centro Cultural Movimento
  • Local: Praça Rachid José Maluf, 83, Socorro (SP);
  • Abertura para o público: 12 de novembro
  • Ingresso: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia para estudantes e pessoas acima de 60 anos
  • Horário de funcionamento: quartas e quintas-feiras, das 10 às 18 horas (exceto feriados); sextas e sábados, das 10 às 20h e domingos, das 9 às 17 horas

Foto divulgação Museu / Abraciclo

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.