Rebecca Mcconnell e Nino Schurter vencem o XCO da Copa do Mundo

Depois da prova do XCC quando Pauline Ferrand Prevot e Alan Hatherly venceram, a cidade de Petrópolis, voltou a ferver com as provas do XCO da Copa do Mundo na elite

Na elite feminina

A prova do XCO da Copa do Mundo da elite feminina – Cross Country Olímpico, válida pela etapa brasileira da Copa do Mundo Mercedes-Benz de Mountain Bike, agitou o público na manhã deste domingo (10), no São José Bike Club, em Itaipava – Petrópolis/RJ. Assim a disputa foi marcada pela alternância de posições, que teve a australiana Rebecca Mcconnell como a grande vencedora, com o tempo de 1h29min41. Seguida de Anne Terpstra em segundo lugar e Loana Lecomte em terceiro. Completaram o pódio Laura Stigger em quarto e Mona Mitterwallner em quinto.

“Vencer aqui diante deste público, provavelmente o maior que já vi em uma etapa de Copa do Mundo, é muito especial e incrível. O momento em que cruzei a linha de chegada, eu jamais esquecerei na minha vida. Fui conservadora no início. Me preocupei com a temperatura e com a hidratação o tempo todo. Geralmente não sou a ciclista que dita o ritmo na frente do pelotão, então procurei observar as adversárias e como elas se comportavam. Aproveitei a oportunidade que tive na volta final e conquistei a vitória”, então analisou McConnell.

As 10 melhores
  1. Rebecca McConnell (AUS) – 1:29:41
  2. Anne Terpstra (NED) – 1:29:58
  3. Loana Lecomte (FRA) – 1:30:19
  4. Laura Stigger (AUT) – 1:31:25
  5. Mona Mitterwallner (AUT) – 1:31:34
  6. Caroline Bohé (DEN) – 1:32:15
  7. Linda Indergand (SUI) – 1:33:20
  8. Alessandra Keller (SUI) – 1:33:57
  9. Kate Courtney (USA) – 1:34:01
  10. Anne Tauber (NED) – 1:34:06
Na elite masculina

Emoção até o último segundo. Foi desta forma que o suíço Nino Schurter conquistou a vitória neste domingo (10) da elite masculina no XCO da Copa do Mundo – Cross Country Olímpico, na etapa brasileira. Com um sprint final de tirar o fôlego nos últimos metros, Nino terminou a disputa com o tempo de 1h26min52, com o francês Maxime Marotte em segundo lugar, no photo finish. Vlad Dascalu terminou na terceira colocação, mas apenas três segundos atrás. O pódio ainda contou com o dinamarquês Sebastian Fini, em quarto, e Filippo Colombo, da Suíça, em quinto.

“Foi muito legal vencer aqui. Os fãs brasileiros são insanos pelo mountain bike e eu os amo. Só tenho que agradecer pelo apoio que me deram”, então agradeceu Nino. “Durante a prova eu pensei se decidiria nas subidas da última volta. Quando passamos na reta oposta a chegada, eu tentei acelerar mas eu percebi que Marotte e Dascalu estavam na minha rota. Então, eu sabia que na última subida seria tudo ou nada. Dei meu melhor, o Marotte me passou e eu sabia que ainda faltavam muitos metros para a linha de chegada. Foi nos últimos metros mesmo. Vencer corridas como essa, em que você tem que batalhar até o metro final, é legal demais. Foi uma das vitórias mais saborosas e vou guardar para sempre.” assim comentou.

Retorno do público

Com o retorno do público às provas da Copa do Mundo Mercedes-Benz de Mountain Bike, o suíço ressaltou os mais de 20 mil presentes que agitaram o São José Bike Club, no Vale do Cuiabá, neste domingo.

” Inesperadamente foram dois anos sem presença maciça de público e eu estava sentido falta disso. Vir para o Brasil, com tantos fãs, foi legal demais de ver. Eu realmente amo os brasileiros. Eles são loucos pelo esporte e vivem por isso. Só posso dizer obrigado aos torcedores. Estou muito agradecido pelas pessoas que fizeram a festa do lado de fora da pista. Agradeço também ao Avancini, por ter feito um trabalho tão bacana pelo esporte, aqui na América do Sul, principalmente no Brasil. É legal ver como o esporte tem sido desenvolvido pelas ações dele em seu país natal”, por fim destacou.

Os 10 melhores
  1. Nino Schurter (SUI) – 1:26:52
  2. Maxime Marotte (FRA) – 1:26:52
  3. Vlad Dascalu (ROU) – 1:26:55
  4. Sebastian Fini (DEN) – 1:27:47
  5. Filippo Colombo (SUI) – 1:27:48
  6. Pierre De Froidmont (BEL) – 1:27:59
  7. Luca Braidot (ITA) – 1:28:32
  8. Thomas Litscher (SUI) – 1:28:33
  9. Alan Hatherly (RSA) – 1:28:42
  10. Ondrej Cink (CZE) – 1:28:49

Fotos divulgação Bartek Wolinski / Fabio Piva / Red Bull Content Pool

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.