Polegatch e Chamam vencem o contrarrelógio do Brasileiro de Estrada

A prova de contrarrelógio individual abriu a programação do Brasileiro de Estrada nesta quinta-feira (23/6), em Palmas, no Tocantins. As categorias Elite, Sub23, Junior, Juvenil e Infantojuvenil conheceram os primeiros campeões nacionais de 2022.

Com percursos que chegaram a 30km de distância, como no caso da Elite masculino, os atletas tiveram que superar o clima seco e muito vento para estabelecerem os melhores tempos. Lauro Chaman e Ana Paula Polegatch foram os campeões da Elite, repetindo o resultado do Brasileiro de Estrada de 2021.

“Gostaria de agradecer por tudo que a CBC faz por nós e também a minha equipe. O campeonato está lindo, as provas estão acontecendo em um percurso bastante exigente, com muito vento, e isso faz muita diferença na hora de escolher a melhor estratégia. Hoje eu corri carregando um presente que o meu filho me deu e acabou me dando sorte. Essa vitória é para ele e toda minha família”, então contou Lauro Chaman.

Ana Paula Polegatch, da equipe Unifunvic/Pindamonhangaba, em primeiro lugar, comemorou o tetracampeonato da prova após marcar 28min53se para percorrer os 20km do percurso. Tamires Radatz, do Avai/FME Florianópolis, registrou 29min30seg e conquistou a segunda colocação, seguida por Taise Benato, da Santos Cycling Team/Fupes, com 29min50seg na terceira posição.

“Esse é o meu quarto título nacional de contrarrelógio e teve um gostinho ainda mais especial. Eu não tive oportunidade de fazer nenhum teste para esse brasileiro, peguei dengue, tive uma queda recente, então agora é que estou retomando os treinos e fiquei muito feliz com o meu desempenho”, assim destacou Ana Paula Polegach.

Estabelecendo o melhor tempo do dia, Lauro Chaman, da equipe Santos Cycling Team/Fupes, conquistou o tricampeonato percorrendo 30km em 38min48seg. Cristian Egidio, da Swift Carbon Pro Cycling Brasil, em segundo lugar, levou a prata marcando o tempo de 39min40seg.

Na Sub23

Vinicius Rangel, da Movistar Team, cravou 40min01seg para garantir a terceira posição na Elite, mas também a vitória na Sub23. Ana Vitória Magalhães conquistou a primeira colocação na Sub23 feminino.

“Poder estar no Brasileiro de Estrada e voltar para a Europa com a medalha de ouro é uma grande satisfação. O campeonato está reunindo os melhores do nosso país, todos muito bem preparados, então é uma vitória importante na carreira de qualquer atleta. Domingo ainda estarei competindo a prova de resistência e farei o meu melhor para buscar mais um pódio”, então declarou Vinicius Rangel, que atualmente defende a equipe profissional Movistar, da Espanha.

“Calor e vento e (muito) sofrimento. Feliz em ver a minha evolução e em saber que ainda tenho muitos pontos a melhorar. BiCampeã Brasileira de Contra-Relógio U23. Obrigada pela torcida, os watts são gerados por vocês. Sábado largo na prova de estrada” assim comentou Tota, como é chamada Ana Vitória Magalhães

Os campeões das categorias de base foram: Pedro Miguel (Indaiatuba Cycling Team) e Mayra da Costa e Silva (Santos Cycling Team/Fupes) na Júnior; Luis Fernando Bonfim e Catharine Vieira (Associação Ciclistica Rolandense) na Juvenil e Pedro Lucas e Manuela de Carvalho na Infantojuvenil.

Foto divulgação Luis Claudio Antunes / CBC

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.