Motor de bicicleta elétrica tem imposto zerado a partir de hoje

Blubrake

A medida para os motores de bicicletas elétricas entrará em vigor a partir de hoje (25/07) e aumenta a lista para 6 itens reduzidos

Na última terça-feira (19/07) foi publicada a Resolução GECEX nº 365 do Comitê de Gestão da Câmara de Comércio Exterior do Ministério da Economia, com a decisão final já aprovada pelo Mercosul de zerar o imposto de importação para motores de bicicletas elétricas como caso de desabastecimento, de acordo com a Resolução GMC Nº 49/19 do Mercosul.

Assim, esse é o sexto pleito apresentado pela Aliança Bike e que passará a ter a alíquota de imposto de importação zerada. Dessa maneira, além dos motores, já estão com alíquota reduzida desde junho: freios (de 16% para 0%), correntes (de 14% para 0%), quadros de fibra de carbono (de 16% para 0%), quadros de cromoly (de 16% para 0%) e pedivelas e suas partes (de 16% para 0%).

Todos os pleitos foram igualmente apresentados pela Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) no segundo semestre do ano passado. A decisão final zera a alíquota do imposto de importação pelo prazo de 365 dias (prorrogáveis por igual período) e para uma quantidade (cota) pré definida e que está listada abaixo.

A medida para os motores de bicicletas elétricas entrará em vigor a partir de hoje (25/07).

Confira abaixo os detalhes dos pleitos já aprovados

1) Motor para bicicleta elétrica
NCM: 8501.31.10 (ex-tarifário)
Cota global aprovada (365 dias): 120 mil unidades
Cota inicial por empresa: aguardando portaria
Medida passará a valer a partir de 25/07

2) Correntes de rolo para bicicletas
NCM: 7315.11.00
Alteração de alíquota: de 14% para 0%
Cota global aprovada (365 dias): 4.466 tonelada
Cota inicial por empresa: 225 toneladas
Medida valendo desde 01/06

3) Freios (travões) e suas partes para bicicletas
NCM: 8714.94.90
Alteração de alíquota: de 16% para 0%
Cota global aprovada (365 dias): 9.694 toneladas
Cota inicial por empresa: 500 toneladas
Medida valendo desde 01/06

4) Quadros de fibra de carbono
NCM: 8714.91.00 (ex-tarifário)
Alteração de alíquota: de 16% para 0%
Cota global aprovada (365 dias): 30.000 unidades
Cota inicial por empresa: 2.500 unidades
Medida valendo desde 01/06

5) Quadros fabricados com liga de aço 4130 (cromoly)
NCM: 8714.91.00 (ex-tarifário)
Alteração de alíquota: de 16% para 0%
Cota global aprovada: 15.000 unidades
Cota inicial por empresa: 1.500 unidades
Medida valendo desde 01/06

6) Pedivelas e suas partes
NCM: 8714.96.00 (ex-tarifário)
Alteração de alíquota: de 16% para 0%
Cota global aprovada (365 dias): 4.600.000 unidades
Cota inicial por empresa: 230 mil unidades
Medida valendo desde 24/06

Foto divulgação

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.