Pan-Americano de Paraciclismo – prova contrarrelógio define os primeiros medalhistas

Principal campeonato do continente, o Circuito Pan-Americano de Paraciclismo, idealizado desde 2018 pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), está recebendo atletas do Brasil, Argentina, Venezuela, Paraguai, Peru e Portugal. As primeiras disputas aconteceram neste sábado, 15 de junho, definindo os primeiros medalhistas da competição nas provas de contrarrelógio Individual.

O circuito de pouco mais de 2km montado na cidade de Diadema, em São Paulo, serviu de palco para os competidores acelerarem forte em busca das primeiras colocações. Na somatória dos dois dias de disputas, os dez primeiros colocados de cada categoria marcam pontos no Ranking Mundial classificatório para os Jogos de Tóquio 2020.

Marcia e Cristiane na Tandem.jpg
Marcia e Cristiane na Tandem 
Crédito: Ana Patrícia/Exemplus Comunicação/CPB

Competindo pela segunda vez no país, Luis Miguel Pinto, da Seleção Portuguesa de Paraciclismo, demonstrou entusiasmo ao reencontrar os amigos e poder competir em alto nível.

“Essa é a segunda vez que venho competir no Brasil. A primeira foi na Rio 2016, mas agora fiz questão de retornar para rever os amigos e poder encontrar outras pessoas que até então eu só conhecia virtualmente. É uma boa oportunidade estar aqui, estou adorando, parabéns a todos”, comentou Luis Miguel, campeão da prova contrarrelógio na categoria Handbike MH5.

Eduardo Pimenta.jpg
Eduardo Pimenta 
Crédito: Ana Patrícia/Exemplus Comunicação/CPB

Entre os destaques brasileiros, o sergipano Rayr Barreto, da MH4, que representa a equipe Frangos da Serra, comemorou seu aniversário em grande estilo ao cruzar a linha de chegada na primeira colocação. O Brasil seguiu no topo do pódio com Eduardo Pimenta, atual campeão brasileiro, que também fez bonito e garantiu a vitória na MH3.

Atual campeão brasileiro de contrarrelógio nas modalidades olímpicas e paralímpicas, Lauro Chaman, da Memorial/Santos, voltou ao lugar mais alto do pódio na categoria MC5. A medalha de prata ficou com Soelito Gohr, da Secretaria de Esporte de Indaiatuba, enquanto o bronze ficou com Johnatan Mineiro.

Edvan Dias da categoria Triciclo.jpg
Edvan Dias da categoria Triciclo 
Crédito: Ana Patrícia/Exemplus Comunicação/CPB

Na disputa da categoria Tandem feminino, a dupla formada pelas brasileiras Márcia Fanhani (Deficiente Visual) e Cristiane Silva (Piloto) demonstrou muito sincronismo e força para estabelecer o melhor tempo com tranquilidade, terminando com mais de 4min de vantagem sobre a seleção argentina, segunda colocada.

Neste domingo, 16 de junho, o circuito segue com força total. A partir das 08h será a vez dos competidores encararem as provas de resistência, que podem chegar a mais de 70km em algumas categorias.

Lauro Chaman em ação.jpg
Lauro Chaman em ação
Crédito: Ana Patrícia/Exemplus Comunicação/CPB

O Circuito Pan-Americano de Paraciclismo de Estrada etapa Brasil é uma organização e realização da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Federação Paulista de Ciclismo (FPC), com supervisão da União Ciclística Internacional (UCI) e Confederação Pan-Americana de Ciclismo (COPACI). A competição conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Diadema e Penks Vestuários.

Classificação completa: Prova de Contrarrelógio – Resultados

Rayr Barreto.jpg
Rayr Barreto 
Crédito: Ana Patrícia/Exemplus Comunicação/CPB

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.