Henrique Avancini e Letícia Cândido repetem a dose e conquistam o Brasileiro de XCM 2019

Henrique Avancini

A manhã do domingo (21) reservou aos amantes do esporte mais uma disputa de Campeonato Brasileiro – a maratona (XCM) – no Cannondale MTB Festival, realizado neste fim de semana em Mairiporã-SP. Após conquistar no sábado (20) seu 14º título no cross country olímpico (XCO), Henrique Avancini fez a dobradinha e garantiu a medalha de ouro no XCM, modalidade que o atleta fluminense detém atualmente a camisa de campeão mundial. Entre as mulheres, a vitória foi da mineira Letícia Cândido, que também havia sido campeã no XCO no dia anterior.

A prova do Campeonato Brasileiro de Maratona contou com percurso de 82 km na região de Mairiporã, na Serra da Cantareira, em São Paulo. Avancini fez o ataque certeiro na última serra, a cerca de 5 km para o final, quando conseguiu abrir uma vantagem de pouco mais de dois minutos para o vice-campeão, Bruno Lemes, e concluiu a prova em 3h02min46. Completaram o pódio da elite masculina os ciclistas Sherman Trezza, Gilberto Gois e Edson Rezende, entre a terceira e a quinta colocações.

“Prova bastante pesada fisicamente. Competi ontem, então as pernas estavam pesadas, precisei fazer uma prova um pouco mais paciente e esperar os momentos certos para ir trabalhando os adversários. Consegui me destacar com o Bruno e a menos de 10 km do final consegui fazer uma aceleração no último trecho de trilha e me destacar. Super especial conseguir dois títulos brasileiros em uma festa como essa, faz muito mais sentido, me traz mais alegria”, afirmou Avancini.

Henrique Avancini é campeão brasileiro de cross-country maratona 2019 (1).jpg
Foto divulgação

“Hoje estava bastante cansado, então foi realmente desafiador andar com o pelotão de ponta. Mas quando olho à minha volta e vejo esse momento, é incrível. Vim para o Brasileiro para isso, para trazer essa alegria e ao mesmo tempo curtir isso. Fico feliz em ver o nível que os brasileiros estão alcançando. Sempre nos colocamos em uma posição de inferioridade em nível internacional, mas acho que cada vez mais as pessoas veem que é possível andar muito bem. Principalmente fisicamente estamos em um patamar alto, comparado ao nível global”, completou o novo campeão brasileiro de maratona.

Vice-campeão nacional na modalidade que é a sua especialidade, Bruno Lemes destacou a importância de dividir pódio com o grande nome do mountain bike nacional e ter pedalado ao seu lado por grande parte do percurso da maratona.

“Experiência única competir com o Avancini. Procurei aprender a todo momento. Onde ele atacava, eu ficava esperto. Eu sou um atleta mais de passo e tenho um respeito enorme por ele, mas ataquei em cima dele algumas vezes, fiz a minha prova e me senti muito bem. Uma experiência bastante rica e vou levar isso pro Campeonato Mundial também”, avaliou.

“Já no início nós dois abrimos dos demais atletas, e ficou um atacando em cima do outro. Até pensei em um certo momento da prova que a gente ia chegar e decidir a prova no sprint, mas ele teve um pouquinho a mais no fim, conseguiu se destacar e mostrar porque ele é o campeão mundial. Estou realmente realizado com o resultado. Foi uma pequena vantagem que ele teve e fiquei muito feliz com o meu desempenho”, completou Bruno.

Leticia Candido é campeã brasileiro de cross-country maratona 2019.png
Letícia Cândido, campeã brasileira de Cross Country Maratona
Léo Boi / Ox Vídeos

Elite feminina – A mineira Letícia Cândido confirmou neste sábado que vive o melhor momento de sua carreira. Assim como no masculino, Letícia terá o direito de utilizar pelos próximos 12 meses a camisa de campeã nacional em ambas as modalidades, XCO e XCM. Na maratona, ela superou as ciclistas Viviane Favery, Raiza Goulão, Tania Clair e Marcella Toldi, que completaram o pódio, para confirmar o título inédito em sua carreira.

“Para mim foi incrível. Venho em um ritmo de treinamento em que o meu treinador tem me feito sofrer muito. Isso é muito bom, porque quando chegou no quilômetro 40 mais ou menos, comecei a sofrer muito, mas com as mesmas sensações que estou acostumada nos treinos. Aí vi que fazia sentido todo esse trabalho. Sofri bastante porque tinha muita subida longa, subidas inclinadas e no final muitos tops, quase intermináveis, e acredito muito que tudo valeu a pena”, destacou Letícia.

“É uma prova de que temos que acreditar no processo de treinamento, fazer o que tem que ser feito no dia a dia, é isso que faz a gente ter uma boa performance nas provas. Larguei super tranquila e a fim de me divertir, e deu tudo certo. Ser campeã nos dois dias era um objetivo pessoal, em um trabalho que começou junto com toda a minha equipe. Agora é hora de comemorar os títulos, curtir esse resultado e acho que mereço um descanso pra terminar o resto da temporada”, completou a campeã.

Top 10 da elite masculina
1-Henrique Avancini – 3h02min46
2-Bruno Lemes -3h05min08
3-Sherman Trezza – 3h11min59
4-Gilberto Gois – 3h12min14
5-Edson Rezende – 3h16min08

Top 5 da elite feminina
1-Letícia Cândido – 3h58min57
2-Viviane Favery – 4h01min29
3-Raiza Goulão – 4h04min29
4-Tania Clair – 4h04min34
5-Marcella Toldi – 4h04min51

Brasileiro de cross-country maratona 2019
Imagem geral do XCM
Gustavo Epifanio / Cannondale MTB Festival
Brasileiro de cross-country maratona 2019
Vista aérea do circuito
Gustavo Epifanio / Cannondale MTB Festival

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.