Haute Route realiza evento virtual, em parceria com plataforma Zwift

Haute Route

Quem disse que em tempos de isolamento social não é possível se reinventar, praticar atividades físicas e criar alternativas para engajar o público? Dessa maneira em parceria com o Zwift, uma das maiores plataformas globais de treinamento on-line, o Haute Route atraiu 53.000 atletas de todo mundo na primeira edição do evento virtual realizado entre os dias 3 e 5 de abril.

Percorrendo as principais montanhas de Watopia, uma ilha fictícia criada pelo próprio Zwift e bastante conhecida pelo público de ciclistas que usam a plataforma de treinos, a edição virtual do Haute Route contou com três estágios, entre 25 e 72 km. O primeiro deles consistia em 48 quilômetros, incluindo as subidas Watopia KOM, EPIC KOM e Volcano, com 890 metros de ganho de altimetria, e parte do percurso com inclinação semelhante ao Morro da Igreja do estágio 1 do Haute Route Brasil. 

Já no segundo estágio os atletas percorreram uma distância menor, 25 quilômetros, mas mais desafiadora, com um aquecimento antes da subida na Alpe du Zwift, com 12,6 km de distância, 8,2% de inclinação média e 1.166 metros de altitude, muito semelhante à Serra do Rio do Rastro, percurso que os atletas encontrarão no estágio 2 do Haute Route Brasil. Por fim, no terceiro dia, foram mais 72 quilômetros na rota de Pretzel, com 1.333 m de escalada.

“O Haute Route Watopia foi um sucesso. A realização de um evento virtual já estava nos planos há algum tempo, mas a hora não poderia ser mais propícia para ele acontecer. Em tempos de isolamento social é muito importante fazermos nossa parte e dar o exemplo, mas é preciso encontrar formas de engajar nossa comunidade de ciclistas e foi o que fizemos. Trabalhar com a tecnologia a nosso favor é uma das maneiras que encontramos de gerar experiências para os atletas. Mais de 50 mil pessoas do mundo inteiro participaram da edição virtual e, com isso, abrimos um novo formato de entretenimento para o público”, comenta Fernando Palhares, um dos responsáveis pelo Haute Route Brasil, marcado para o mês de setembro, em Santa Catarina.

Atletas brasileiros prestigiam e aprovam o evento virtual:

Assim a experiência virtual agradou muito os participantes. Os brasileiros prestigiaram o evento em grande número, mostrando que a estreia da marca global no país tem tudo para ser um enorme sucesso.

“Essa foi a segunda vez que participei de um Houte Route”, conta Lucca Vicente Cocha. “A primeira delas foi de maneira presencial, na etapa de sete dias nos Alpes, e agora neste formato virtual. Foi muito legal, uma experiência totalmente diferente, mas que te traz sensações de prova. Bateu aquela ansiedade antes de tudo começar, de arrumar a bike, ajeitar o rolo, preparar a hidratação e a alimentação, e, claro, aquele cansaço bom pós-prova”, afirma.

Inclusive, a percepção de Lucca foi bastante positiva com relação ao formato do evento, pois serviu de base para ações profissionais futuras.

“Esse tempo de isolamento social está sendo bem útil para darmos valor ao rolo. Além disso, estou conseguindo manter os meus treinos e dos meus alunos em dia. Essas percepções são importantes para vermos que, mesmo no período pós-quarentena, não temos motivos para desculpas em perder treinos”, completa Lucca, profissional de educação física, treinador de  assessoria esportiva e Bike Fitter.

Habituado aos eventos do Haute Route, o treinador Cris Solak também comentou de forma positiva a realização do evento virtual.

“Eu já tive um, dois, até cinco atletas em eventos do Haute Route ao redor do mundo, mas dessa vez foram mais de 30 e isso foi muito bacana. Passamos três dias com o mesmo feeling de competição real. Foi uma ótima oportunidade para nos relacionarmos e mostrar que os eventos virtuais podem transmitir boas possibilidades”, conta

De olho no Haute Route Brasil:

Quem também aprovou a iniciativa foi a ciclista Tota Magalhães, que estreou em competições virtuais.

“Participar do Haute Route Watopia foi incrível. Nunca tinha feito uma prova virtual e essa união de tecnologia e esporte é muito benéfica. Foi fantástico poder pedalar com atletas de outros países. Além disso, eu ouvi falar que o percurso do Watopia lembra um pouco o do Brasil”, comenta a atleta que se mostra bem empolgada para o Haute Route Brasil. 

“Já deu para gente começar a notar que a prova brasileira terá um nível técnico bem alto. Estou empolgada para encarar a Serra do Rio do Rastro, que dizem ser bem dura. Nunca pedalei lá e tenho muita vontade”, encerrou Tota Magalhães.

Sobre o Haute Route Brasil:

O Haute Route Brasil será o primeiro evento da marca a ser realizado no Hemisfério Sul. O Haute Route é reconhecido como e evento multi-dias de ciclismo de estrada para atletas amadores de maior prestígio no mundo. Os percursos passam pelas montanhas mais icônicas do ciclismo mundial e oferecendo uma experiência inigualável para os atletas. O local escolhido para o Haute Route Brasil foi Santa Catarina com um percurso único e exigente, misturando paisagens à beira-mar, estradas panorâmicas, locais históricos e algumas das principais montanhas do ciclismo brasileiro como Morro da Igreja, Serra do Rio do Rastro e Morro da Cruz. 

Realizado em três dias, o Haute Route Brasil inicia em 11 de setembro. O primeiro estágio largando do centro de Urubici e encerrando no topo do Morro da Igreja, em um percurso de 93 quilômetros e 2,250 metros de ganho de elevação. O segundo estágio, marcado para 12 de setembro, inicia novamente no centro de Urubici e desafia os ciclistas em 114 quilômetros, com 2,900 metros de altimetria, até a chegada no Mirante da Serra do Rio do Rastro. 

Por fim a prova termina com o terceiro estágio, em 13 de setembro. Largando da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, e chegada no Morro da Cruz, um contra-relógio individual com 15 quilômetros e 350 metros de elevação. Ao final dos três dias, os ciclistas terão percorrido 222 quilômetros com 5,500 metros de altimetria. Mas também é importante ressaltar que a prova contará com um percurso compacto. Assim com menores distâncias e ganhos de altimetria nas duas primeiras etapas, para os atletas que quiserem encarar o desafio.

Além disso você também pode se interessar:
Medida acertada

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.