O Começo no Triathlon – Parte 2 – Ciclismo, alegria de pedalar

ciclismo
Fala galera como estão os treinos?

Dando continuidade a nossa conversa sobre o começo no Triathlon, vamos falar um pouco sobre o Ciclismo no Triathlon.  

Não vamos entrar no detalhamento sobre como as disciplinas estão interligadas (nadar-pedalar-correr ou nadapedalacorre) entre si, pois  ao contrário do que muitos imaginam o Triathlon não é um esporte composto por três esportes, não podemos considerar dessa forma,  eles estão interconectados (T1 e T2, vamos falar sobre transição mais a frente), mas vamos apenas, por enquanto, falar dos esportes de forma básica e individualmente, e hoje será o CICLISMO. 

O Ciclismo (BIKE ou PEDAL) é a disciplina que mais meios temos para controlar e analisar, que mais dinheiro podemos gastar, que mais tempo vamos precisar pra treinar, que mais chama atenção, afinal as bikes, rodas, capacetes, roupas e a velocidade, tudo é alucinante e salta aos olhos de qualquer um que tenha parado próximo de uma área de transição. 

Também existe o maior número de métricas que podemos controlar, analisar e através de sensores e equipamentos para medir todo tipo de parâmetro e fazer todo tipo de análise de dados, desde a sua velocidade e por onde passou, como altitude, batimentos cardíacos, potência (o segredo do ciclismo) entre outras dezenas de dados e informações que fazem do ciclismo a mais complexa das três disciplinas nesse sentido. 

Mas o que eu preciso para começar a pedalar? 

Você precisa de uma bike apenas e um relógio para medir seu tempo e isso até seu celular no começo pode lhe ajudar. Existem aplicativos que podem ser usados pelo celular para coleta de dados básicos como velocidade e distância. 

Não caia na armadilha de sair comprando de tudo em uma vez e de qualquer maneira, procure ajuda e orientação de como fazer essa aquisição (ASSESSORIA SERVE É PRA ISSO, NÃO SOMENTE SELFIE E ENTREGAR PLANILHA). Você não precisa investir em uma Super-bike de Carbono (TT – ContraRelógio) logo de cara, dê preferência para bikes Road ou MTB, ambas podem ser usadas em toda prova de Triathlon (Existem eventos que não permitem bikes contra relógio e outros são OFFRoad). 

Conheço atletas que começaram com uma Caloi 10 (eu também) e quando perceberam que iriam seguir adiante no esporte (competir e fazer distâncias longas) investiram em bikes e equipamentos, mas sempre dentro das necessidades e possibilidades de cada um. Não faz sentido gastar em rodas de carbono se seu capacete é inadequado, se sua roupa não é aerodinâmica, mais vale um medidor de potência pra evoluir nos treinos e ganhar 30watts em um ano que um par de rodas que rendem o mesmo que raspar as pernas. 

Com a popularização dos equipamentos e aplicativos de treino nos permitiu investir de maneira mais adequada sem gastos equivocados, basta que você tenha uma boa assessoria nesse sentido. 

No próximo texto falaremos sobre a corrida dentro do Triathlon.

Deixe suas dúvidas e vamos conversando mais sobre.
Grande abraço galera e vamos juntos nessa jornada.

Italo Valu
Treinador de Triathlon ; Graduado em Ed Física
Certificado IronMan ; CBTRI Nível 2; Training Peaks
valubikes@gmail.com
Instagram @VALU_TRI

Além disso você também pode se interessar:
Medida acertada

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.