Trek registra patente para método de desenvolvimento de aro

trek
A Trek eleva o nível quando se trata de como os aros de bicicleta cortam o ar.

Em agosto, o U.S. Patent & Trademark Office concedeu a patente de utilidade da Trek, 2019/0213785, “SISTEMA E MÉTODO PARA DETERMINAÇÃO DE FORMA DE ARO”.

A Trek reivindica propriedade intelectual baseada em computador, com parâmetros que incluem dinâmica de fluidos computacional, frentes de Pareto e muito mais.

Uma breve visão geral da invenção

Na versão simples, a largura e a profundidade do aro são fornecidas, e o sistema usa dinâmica de fluidos computacional para gerar uma forma de aro ideal. Que dessa forma minimiza o arrasto, bem como as forças laterais que afetam a estabilidade. Uma versão mais complexa inclui software que desenvolve uma frente de Pareto. Assim uma abordagem de engenharia que busca os melhores resultados de múltiplas combinações de escolhas.

Algumas dessas opções adicionais discutidas incluem a curvatura da parede lateral de um aro, a interface do pneu e do aro e muito mais. Por exemplo, deixe o aro mais profundo na seção transversal, e isso pode diminuir o arrasto, mas também diminuir a estabilidade. Mude a curvatura da seção transversal do aro, e o arrasto e a estabilidade também podem mudar. A abordagem de Pareto busca as melhores combinações.

O que isso significa para quem não é engenheiro de rodas de bicicleta? Essa tecnologia visa acelerar o desenvolvimento das rodas e reduzir os custos de pesquisa e desenvolvimento.

Considere a abordagem primitiva e iterativa: projete um aro, faça alguns protótipos caros e teste no túnel de vento e na estrada.

Esta invenção permite que muito disso ocorra virtualmente – embora, é claro, os projetos resultantes ainda precisem de testes no mundo real. A abordagem da Trek poderia, em princípio, agilizar o processo de design para sua linha de rodas Bontrager, permitindo que os formatos de aro ideais sejam identificados com muito mais facilidade, para todas as modalidade do ciclismo.

É um tanto intrigante por que Trek decidiu buscar uma patente sobre isso, em vez de mantê-lo em segredo comercial. Uma patente exige a divulgação completa de como fazer uma invenção em troca de direitos exclusivos, ao passo que, com um segredo comercial, uma empresa mantém os detalhes ocultos de estranhos. Parece quase impossível para a Trek detectar se um de seus concorrentes estava copiando essa abordagem, já que a invenção é um processo de computador usado por apenas um punhado de engenheiros.

A maioria das patentes da indústria concentra-se em peças de bicicletas, como as muitas patentes que cobrem pequenas nuances dolorosas de elos de corrente. Esse tipo de pedido de patente baseado em computador é uma indicação de que a indústria de bicicletas está entrando em um novo território de engenharia.

Assim veja no link todos os detalhes da patente.

Além disso você também pode se interessar:
Medida acertada

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.