Retrospectiva do Paraciclismo Brasileiro no ano de 2020

Paraciclismo
Em um ano muito complicado, com a pandemia, onde tudo mudou. O Paraciclismo Brasileiro fez um belo trabalho, mudando dessa maneira quase todo o planejamento para o ano.

Leia abaixo na integra o texto da Retrospectiva do Paraciclismo Brasileiro 2020, que nos foi enviado gentilmente por Edilson Alves da Rocha – TUBIBA, Coordenador de Paraciclismo da Confederação Brasileira.


2020 o ano dos “Jogos Paralímpicos de Tokyo 2020”, o ano da consolidação dos resultados de tudo o que foi previsto no Planejamento Técnico do Paraciclismo para o ciclo 2017/2020, mas a pandemia adiou todos os nossos planos e o os jogos passou a ser “Jogos Paralímpicos deTokyo 2020+1”.

Mesmo com a imprevisível mudança de planos pudemos nos adaptar para a realização de ações de promoção e visibilidade do paraciclismo brasileiro. Vem conosco para ver a Retrospectiva do Paraciclismo Brasileiro 2020!

Final de janeiro e início de fevereiro

O Brasil participou do Campeonato Mundial de Paraciclismo de Pista UCI 2020, realizado em Milton, Canadá. As conquistas foram muitas, a delegação participou com seis atletas e somou 672 pontos no ranking mundial de nações, que vale vagas para os Jogos Paralímpicos Tokyo 202+1.

Paraciclismo
Foto reprodução
Entre os ótimos resultados temos:

Marcia Fanhani e sua piloto Maria Muller, que chegaram na disputa da medalha pela primeira vez na classe tandem, em Campeonatos Mundiais, ficaram com o quarto lugar no Sprint classe B. Lauro Chaman da classe C5, que conquistou nada mais que três medalhas, duas pratas e um bronze. Lauro foi prata da prova de perseguição individual, ficando a .328 milésimos de segundo do Francês Dorian Foulan que ficou com o ouro, Lauro ainda foi prata da prova de Ominium e bronze na prova de Scratch.

Fevereiro

Realizamos na cidade de Paulínia – SP a primeira das quatro etapas previstas para a Copa Brasil de Paraciclismo de Estrada 2020. O evento contou com a participação de 89 atletas, divididos nas classes B, C, H e T. Tivemos ainda, a participação 10 novos atletas que passaram pela classificação funcional pela primeira vez.

Seminário de Atualização de Classificação Funcional

Realizado também em Paulínia, o seminário foi ministrado pelas classificadoras Prof. Ma. Mariane Ferreira, que participou do Curso Internacional de Classificação da UCI realizado durante o Campeonato Mundial de Paraciclismo de Pista e, pela Chefe de Classificação do Paraciclismo, Prof. Dra. Patrícia Silvestre de Freitas. Para o seminário foram convidados o Dr. Agnaldo Bertucci, neurologista e classificador internacional da CPISRA e o Fisioterapeuta Marcos Motta Miranda, classificador Internacional do IPC na modalidade de atletismo.

Ainda tínhamos um longo caminho a percorrer para realizarmos todos os eventos previstos durante o ano, e para a participação da Seleção Brasileira nos Eventos Oficiais da UCI. Contudo, a pandemia nos fez mudar os planos e, assim, tivemos que nos adaptar em uma nova realidade. Não ficamos parados só esperando pelo fim da pandemia! Começamos a trabalhar novas possibilidades. Assim, focamos na educação no Paraciclismo, criamos conteúdos, cursos e orientamos os atletas da seleção nos treinamentos indoor.

Criamos a série Pílulas de Paraciclismo, onde informamos e contamos toda história, configuração e conquistas do Paraciclismo Brasileiro, em alguns posts no instagram.

Criamos o curso de Introdução ao Paraciclismo, na plataforma EAD do Instituto de Educação do Ciclismo Brasileiro da CBC. Este curso visou levar conhecimento aos profissionais ligados ao paraciclismo e ao esporte paralímopico e olímpico brasileiro (atletas, técnicos, professores, alunos de educação física e profissionais de saúde), no momento de controle do coronavirus através do incentivo à qualificação profissional à distância. O curso foi um grande sucesso, a princípio foram abertas 100 vagas, mas com o grande interesse do público aceitamos a participação de todos, e conseguimos atingir 362 alunos.

CBC
Divulgação CBC

O Departamento de Paraciclismo publicou também a cartilha educativa “Vamos Pedalar”, com conteúdo produzido pela Prof. Ma. Mariane Ferreira, que é escritora, pesquisadora, classificadora funcional da CBC, ex-atleta e piloto da seleção brasileira nos Jogos Paralímpicos Rio 2026 e Jogos Parapan-americanos Toronto 2015. A publicação é dedicada ao Paraciclismo e reúne informações da modalidade e diversas atividades lúdicas para as crianças, a fim de estimular a criatividade e o raciocínio lógico. Os personagens ilustrados na cartilha foram inspirados nos atletas da Seleção Brasileira de Paraciclismo.

Após sucesso do Curso de Introdução ao Paraciclismo, lançamos também o Curso de Formação de Treinadores de Paraciclismo Nível 1, voltado exclusivamente para profissionais da educação física. Neste curso participaram 89 alunos, que completaram o curso de 40 horas, com os melhores profissionais do Brasil. Os professores responsáveis pela criação do conteúdo e aplicação do curso foram: Prof. Dr. Reginaldo Gonçalves, Prof. Dra., Erika Epiphanio e Prof. Ma. Mariane Ferreira.

cbc

Durante esse período a CBC por meio do Departamento de Paraciclismo assinou um acordo de cooperação técnica com a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), uma das instituições mais bem conceituadas da América Latina. Este acordo visa aproximar o cenário acadêmico do mundo esportivo através do ciclismo e todas as suas vertentes.

Dando continuidade ao projeto de criação de conteúdo, lançamos a segunda Cartilha Vamos Pedalar, com ênfase na educação no trânsito. Assim essa edição foi: “Vamos Pedalar no Trânsito”. A publicação trouxe dicas e informações importantes sobre pedalar no trânsito através atividades lúdicas e de raciocínio lógico. O lançamento da cartilha foi feito em uma live no canal do YouTube da CBC e contou com a participação dos atletas Lauro Chaman (Medalhista Paralimpico, Campeão Mundial de Estrada e de Pista), Carlos Alberto (Medalhista em Copas do Mundo), dos autores Ma. Mariane Ferreira e Edilson A. da Rocha (coordenador do paraciclismo) e, ainda com a presença do presidente da CBC – José Luiz Vasconcellos.

No lançamento da cartilha criamos um Concurso onde os participantes deveriam criar uma frase respondendo a pergunta: “De que forma a bicicleta pode contribuir para melhorar o mundo?”, as duas melhores frases foram premiadas com um uniforme oficial da Seleção Brasileira autografado pelo atleta Lauro Chamam. As vencedoras foram: 1º lugar – Silmara França e 2º lugar – Lucimara Marcilha.

vamos pedalar
Divulgação CBC

Para a divulgação da Cartilha “Vamos Pedalar no Trânsito” fizemos um grande evento de divulgação e distribuição da cartilha. Além disso, o evento também que serviu de sensibilização sobre o tema através da “Blitz Vamos Pedalar no Trânsito”, foi eealizado dentro da ciclovia do Rio Pinheiros. O evento contou com a participação do Medalhista Paralímpico e Campeão Mundial Lauro Chaman e a medalhista Parapan-americana Marcia Fanhani, que receberam os ciclistas, autografaram as cartilhas e ainda pedalaram com a galera.

Em dezembro atualizamos o curso de Introdução ao Paraciclismo e oferecemos na plataforma EAD do Instituto de Educação do Ciclismo Brasileiro da CBC. O curso foi ministrado pela Prof. Ms. Mariane Ferreira e Prof. Edilson Alves da Rocha – Tubiba. Essa segunda turma contou com a participação de 127 alunos entre (atletas, técnicos, professores, alunos de educação física e demais profissionais de saúde).

Através dos cursos oferecidos, o Instituto de Educação do Ciclismo Brasileiro levou conhecimento sobre o Paraciclismo para cerca de 578 profissionais, entre atletas, técnicos, professores de educação física e profissionais de saúde. A partir disso, foi possível identificarmos que alguns desses profissionais já estão conseguindo aplicar o conhecimento adquirido no seu dia a dia, como por exemplo, os profissionais ligados a equipe ABEC de Rio Claro, que antes só trabalhavam com atleta do ciclismo convencional e agora já estão com atletas no Paraciclismo, comprando bikes tandem e iniciando os trabalhos com novos atletas na modalidade. Identificamos ainda, o grande interesse desses profissionais em trabalhar com o Paraciclismo e, em realizar eventos de Paraciclismo nas suas cidades no ano de 2021.

E por fim, o Departamento de Paraciclismo da CBC em parceria com a Comissão de Paraciclismo da COPACI, traduziu e adaptou a cartilha “Vamos Pedalar” na versão em Espanhol. Essa edição contou com os personagens inspirados nos grandes Campões Mundiais, Parapan-americanos e medalhistas paralimpicos dos países da América do Sul, levando assim conhecimento a todos os países de língua espanhola das Américas. A cartilha está sendo divulgada e compartilhada pela Confederação Parapanemericana de Ciclismo (COPACI), pela União Sularamericana de Ciclismo e pelos países filiados à essas entidades.

Essa foi a retrospectiva do Paraciclismo Brasileiro 2020. Foi um ano de muitas conquistas e muitos feitos, mesmo em meio a uma crise de saúde mundial devido a pandemia causada pelo Covid-19. Gostaríamos de incluir nessa retrospectiva a conquista de medalha nos Jogos Paralímpicos, sobretudo, da primeira medalha de ouro da história do Ciclismo Brasileiro, mas essa conquista será compartilhada com todos vocês em 2021!

Desejamos à todos um ano novo repleto de saúde, alegrias e conquistas. Feliz 2021!!

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.