Scott Spark 2022 é apresentada com shock traseiro dentro do quadro

Scott Spark 2022

Há dois anos, a Scott Sports adquiriu a Bold Cycles, uma empresa de MTB com sede na Suíça com um design de suspensão verdadeiramente futurista que escondia o amortecedor traseiro no tubo do selim.

Ontem, a Scott Sports anunciou uma revisão muito esperada da Spark, seu modelo de corrida XCO full suspension. E assim imediatamente fica muito claro o DNA da Bold Cycles no novo modelo.

Contudo a principal conclusão é que esta nova Spark sinaliza uma mudança significativa para o design de bicicletas de corrida cross country. Com a versão de corrida oferecendo 120 mm de curso dianteiro e traseiro, pneus de 29 x 2,4 ″ de largura e números de geometria semelhante as MTB Trail e dessa maneira deixa claro como o esporte está mudando.

O novo modelo

A nova Spark RC, versão para a corridas, agora apresenta 120 mm de curso dianteiro e traseiro. Disponível entretanto apenas com uma estrutura totalmente em fibra de carbono, para a qual existem três versões. Dessa maneira o quadro HMX SL de nível superior é considerado o quadro de 120 mm mais leve do mundo, com apenas 1.870 gramas com o shock traseiro. 

A Spark 900, versão Trail. Apresenta igualmente o mesmo quadro da RC, mas possui suspensão dianteira de 130 mm na frente, shock traseiros de maior capacidade, pneus mais robustos e barras mais largas. Além disso, a série 900 oferece quadros de liga de baixo custo com todos os mesmos recursos das opções em carbono.

Ambas as versões da Spark apresentam a característica duplas trava de suspensão, TwinLoc da Scott. Esta alavanca remota há muito tempo controla simultaneamente as três configurações de compressão (e deslocamento para a traseira) dos amortecedores dianteiro e traseiro. Contudo os sistema foi aprimorado e a nova versão adiciona uma terceira alavanca para canote retrátil.

Geometria

O ângulo da caixa de 65,8º da série Spark 900 é muito mais relaxado do que os 67,2º encontrados nos RCs. Os 10 mm extras de curso da suspensão desempenham um pequeno papel nisso, enquanto o resto da mudança vem do siste da caixa de direção com ângulo ajustável. A Syncros-Acros ZS56 superior e inferior permite o ajuste do ângulo de +/- 0,6º e assim sem a necessidade de cortar ou desfazer nenhum cabo.

Os cabos são internos. A mangueira do freio traseiro, o cabo da suspensão traseira, do canote retrátil e do câmbio entram abaixo do avanço e seguem longo do tubo da caixa direção para dentro do quadro.

Tecnologia de Suspensão Integrada

De acordo com Scott, a “Tecnologia de Suspensão Integrada” permite um design de quadro com maior rigidez lateral aliado ao baixo peso. Mas também é dito que permite uma colocação de choque inferior em um posicionamento que favorece o baixo centro de gravidade. O design igualmente abriu espaço para duas garrafas de água serem montadas dentro do triângulo frontal. Entretanto menos no tamanho S.

A nova Scott Spark 2022 ainda é um design de pivô único. E enquanto os Bold Cycles originais usavam um pivô no eixo traseiro, a nova Spark confia na flexibilidade do material.

Outros pequenos detalhes que importam

Guidão

A maioria das novas Sparks apresentam um novo guidão integrado com o avanço, exclusivo da Scott. O novo guidão Syncros Fraser IC Combo foi projetado para funcionar com o novo sistema de cabeamento integrado.

O guidão também possui pontos de montagem semelhantes aos que o Addict RC oferece e dessa forma permite que computadores, luzes ou até mesmo uma GoPro sejam montados.

Do centro da Scott Spark 2022 para trás

As novas Spark RC e 900 apresentam uma linha de corrente de 55 mm mais larga que coloca a coroa cerca de 3 mm mais para fora do que a maioria das configurações Boost. De acordo com Scott, isso permitiu que eles ganhassem folga para os pneus, ao mesmo tempo que fornecia a opção de usar coroas de até 40 dentes.

Também na parte de trás da bicicleta está SRAM Universal Derailleur Hanger, e um eixo passante com ferramentas.

Scott manteve movimento central press-fit BB92. Este sistema funciona bem com pedivelas Shimano, mas deixa pouco espaço para rolamentos grandes quando combinado com SRAM DUB ou de 30 mm. 

Ao contrário das bicicletas de estrada que direcionam a mangueira do freio dianteiro através do garfo, este projeto ainda permite que o garfo seja retirado sem ter que desconectar nada.

Infelizmente, retirar o shock traseiro do chassi para manutenção não será tão fácil, já que ele está conectado a um cabo de travamento remoto interno, mas Scott afirma que foi construído pensando na facilidade de manutenção. E o fato de estar protegido dos elementos deve ajudar a reduzir a frequência desse reparo. 

Muitos modelos 

Tal como acontece com as iterações anteriores, há um número impressionante de opções de modelo em oferta. De acordo com Scott, a contagem de modelos é 21, uma vez que você soma as variações do Spark RC, Spark 900 (carbono, liga e variações de ambos), junto com os modelos Contessa específicos para mulheres.  

Dessa maneira a disponibilidade é esperada para agosto / setembro. Contudo os valores ainda não foram divulgados.

Assim mais informações sobre a Scott Spark 2022 no site da marca.

Fotos divulgação Scott

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.