Crônica sobre a subida de bike na Mesa do Imperador no Rio de Janeiro

Mesa do Imperador

Se você é do Rio de Janeiro, que sorte a sua em ter uma montanha como essa. Se não é, seja bem-vindo à Mesa do Imperador. Uma subida de 4,8Km, com inclinação média de 9% e trechos a quase 15%.

A brincadeira começa na famosa bifurcação. Lap no Garmin, troca pro pratinho, joga o cassete no rodela mais larga e sobe. Sobe na manha.

Primeira parte. Inclinação boa. Perna fresca. Barulhinho de cachoeira. Parece que vai ser legal. Quebra-mola na cancela, bom dia pro guardinha, aquele aceno de cabeça já poupando fôlego. Sobe. Sobe na manha. Curva pra cá. Curva pra lá. Cachoeira. Cachoeira é legal, né?! Não aqui. Aqui, cachoeira é tipo o portal do inferno. Depois dela, a criança chora e a mãe não vê. É ali que a gente vê quem tem café no bule.É o verdadeiro se apega na mão do Senhor e vai. Curva pra cá. Curva pra lá.

Sobe na manha. A mão vai tentar, involuntariamente, mais uma marcha. Não tem. Sobe com o que tem. Muro de concreto. Menos pior. Coração bombando. Suor pingando. Garganta seca. Boca aberta. Respiração alta. Pesa no pedal. Puxa e empurra. Segura o galeio. Foda-se o galeio. Pedala com a cabeça. A alma brilha. O corpo se alegra. Cai até uma lágrima.

Curva do alívio. Oh, CURVA DO ALÍVIO!!! A gente te ama. Vem, querida. Vem ni mim. Alivia a minha dor. Curva pra esquerda. Duas marchas mais leve. O coração fala “opa, valeu, chefe, tava osso”. O pulmão responde “caraca, tava dando mais não”. Pracinha. Vista Chinesa.

Curva pra direita. Vem Mesa. Pesa no câmbio. Olha pra baixo. Deixa pingar. Sente a cadência. Passa na bica. Sobe forte. Sobe na manha. Curva à direita. Olha ela ali. A Mesa. A Mesa do Imperador. Será que ele comeu ali? Não sei. Mas hoje ela abriga um monte de bunda suada de fazer força pra chegar até ali. Quem não tem carruagem caça com bike. Lap. Água. Foto. E desce. Tchau, Mesa. Já já tamo de volta. Porque você vicia. Como diziam os amigos , é bom porque é ruim, seria melhor se fosse pior.

Autor desconhecido

Fotos divulgação Bike aos pedaços

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.