Priscilla Stevaux começa 2020 com foco nas Olimpíadas

Priscilla Stevaux
Brasileira participa da etapa de Shepparton, na Austrália, da Copa do Mundo da modalidade, dias 1 e 2 de fevereiro

A brasileira Priscilla Stevaux inicia a temporada 2020 com duas etapas da Copa do Mundo de ciclismo BMX na cidade de Shepparton, na Austrália. Em rodada duplas no final de semana, sábado dia 1º e domingo 2.

O primeiro semestre deste ano é o período mais importante dos últimos quatro anos para todas as modalidades olímpicas, pois é agora que a maioria dos atletas e equipes irão buscar classificação para as Olimpíadas de Tóquio. No BMX de Priscilla Stevaux não é diferente.

Atualmente ocupando a 15ª colocação no ranking mundial da modalidade, em segundo lugar no ranking nacional, a brasileira já está em terras australianas desde o dia 21 de janeiro para se preparar e acostumar com o clima e o fuso horário.

Além de Priscilla Stevaux, são 57 atletas na etapa de Shepparton da Copa do Mundo de BMX, assim representando um total de 19 países diferentes.

A brasileira tem realizado treinos livres e em academias desde sua chegada na Austrália, já nesta semana, os treinos na pista da competição já são liberados à partir de quarta, sendo o treino oficial na sexta-feira que antecede as provas.

A participação de Priscilla Stevaux nas rodadas 1 e 2 da Copa do Mundo em Shepparton podem ser acompanhadas ao vivo pelo canal bmxlivetv no Youtube, sempre na madrugada anterior ao dia da corrida, pois a diferença de fuso da Austrália para o Brasil é de 14 horas.

Corrida Olímpica

No BMX são 24 lugares disponíveis por naipe, para pelo menos 17 países. Uma das formas de chegar a Tóquio é pelas vagas destinadas ao país. Hoje o Brasil ocupa a sexta colocação no ranking olímpico, que garante uma vaga, atualmente com Paola Reis, em primeiro lugar no ranking brasileiro. Ela é a 11ª do ranking mundial, seguida por Priscilla Stevaux (15º) e Julia Alves (27ª).

A soma do desempenho das três é o que vale no ranking olímpico por país.

Caso o Brasil supere a Rússia e suba uma posição, ganha mais uma vaga, já que o terceiro, quarto e quinto têm direito a dois atletas por naipe. O primeiro e o segundo colocados podem levar três. A Holanda lidera, seguida por Estados Unidos, França e Austrália.

Há outras duas formas de conseguir a vaga para as Olimpíadas. Uma de acordo com o ranking mundial fechado no dia 2 de junho e a outra via Mundial de ciclismo BMX marcado para maio.

Além disso você também pode se interessar:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.