Sete dicas fundamentais para nadar melhor no Triathlon

Triathlon

Verão sol calor, sem provas por enquanto e isso pode ser um momento bom para ajustar técnicas dos seus pontos fracos na natação.

Fala Galera do Triathlon, como estamos nos treinos?
Se você quer nadar melhor, aqui estão algumas dicas simples para ajudar em seu treinamento, especialmente se tiver apenas 30-60 minutos livres.

QUALIDADE ACIMA DA QUANTIDADE 

Você não fica mais rápido simplesmente nadando mais, você fica mais rápido nadando bem. A velocidade de natação é determinada por aproximadamente 80% da técnica e 20% do condicionamento físico. Portanto, é crucial que sua técnica, ou economia de natação, seja boa se você quer ser um nadador rápido.

 Se você é um iniciante, vale a pena ter aulas com um treinador de NATAÇÃO. Se você não puder ter aulas, você pode gravar seu próprio vídeo para que possa enviar a seu treinador e juntos fazerem avaliações buscando melhorias.

FREQUÊNCIA VERSUS VOLUME 

Quanto mais vezes você tiver contato com a água e nadar bem com boa técnica, melhor. Nadar duas vezes por semana é bom para manter, mas nadar três (ou mais) vezes por semana você evolui. 

Três treinos de 2.000 metros, é melhor do que dois de 3.000 metros, primeiro porque você está nadando com mais frequência (mais dias em contato com a água), o que ajudará a manter a sensação na água. 

Aprenda o máximo que puder sobre técnica, assista vídeos e veja grandes atletas nadando, converse com seu treinador, busque visualizar enquanto nada, buscando um aumento de sua percepção dentro d’água.

AME O ESPORTE 

Nem todo mundo adora nadar, mas provavelmente você nunca alcançará seu potencial na natação se não aprender a gostar de nadar. Uma atitude positiva o ajudará a se manter disciplinado e motivado para aprender a técnica e treinar. 

Contudo se você gosta de treinar natação, você vai querer treinar mais e terá menos probabilidade de matar os treinos, especialmente fora de temporada. 

EXERCÍCIOS EDUCATIVOS, EDUCATIVOS E MAIS EDUCATIVOS

Os exercícios irão torná-lo mais rápido. Eles ajudarão a melhorar seu equilíbrio, sensação na água e técnica. Cada novo exercício vai parecer estranho na primeira vez que você fizer, mas continue: ficará mais fácil a cada vez que você praticar. 

nadar
PERNADA 

Ter uma pernada mais eficiente também é uma peça chave para ser um nadador rápido. Bater perna não apenas o impulsiona na água, mas também ajuda a equilibrar sua braçada. É crucial aprender uma batida de perna eficiente para se tornar um nadador competitivo e rápido, e isso exigirá muitas séries de batidas de perna durante os treinos. No Triathlon a batida de perna não é o ponto forte, mas ainda é preciso fazer uso da pernada. 

TRABALHE DIFERENTES SISTEMAS DE ENERGIA

Assim como fazemos na bike e na corrida, é importante trabalhar diferentes sistemas de energia na água, fazendo trabalho aeróbico, trabalho de limiar e trabalho de VO2 em diferentes partes da temporada. 

Nadar em linha reta por uma hora pode ser bom para aumentar a resistência, mas não é ideal para melhorar a velocidade de natação ou aumentar o limiar ou o VO2 máximo. Por outro lado, se você só fizer treinos somente com séries curtas e rápidas, vai ter falta de exercícios que se concentram na resistência aeróbica. 

Você pode descobrir onde está sua fraqueza nadando distâncias diferentes, como 50, 100, 200, 400 e 800 no maior ritmo sustentável, e ver como sua velocidade se compara entre as distâncias. 

Se houver pouca diferença entre sua velocidade de 50 e 800, é hora de trabalhar alguns esforços de VO2. E, por outro lado, se você tem uma ótima velocidade máxima, mas é fraco nas séries mais longas, comece a adicionar mais trabalho de resistência aeróbica. 

EM PISCINA OU ÁGUAS ABERTAS?

As cordas de elástico são uma ótima alternativa para manter a memória muscular da natação e também para aprender a técnica adequada. Vários atletas consideram as cordas úteis para manter a força específica de natação e aprender a posição vertical correta do antebraço fora da água. Se você não consegue segurar seu braço na posição adequada fora da água, você não vai conseguir fazê-lo na água, então fazer as cordas pode ser ótimo para consciência corporal e também para força específica.

Deixem seus comentários e vamos conversando mais sobre.
Grande abraço galera e vamos juntos nessa jornada.

Italo Valu
Treinador de Triathlon ; Graduado em Ed Física
Treinador Certificado IronMan;
CBTRI Nível 2; Training Peaks
valubikes@gmail.com
Instagram: @VALU_TRI
Facebook: Valu Triathlon
SITE: www.Valutri.com

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.