Jogos Olímpicos de Tóquio | Pidcock é Ouro e Avancini fora do Top 10

Jogos Olímpicos de Tóquio

Jogos Olímpicos de Tóquio – A prova masculina do Mountain Bike XCO marcou, na madrugada desta segunda-feira, dia 26, a estreia da modalidade no ciclismo nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Tom Pidcock da Grã-Bretanha conquistou a vitória na corrida masculina de mountain bike cross-country nos Jogos Olímpicos de Tóquio .

“Não é real, realmente. É muito louco que me tornei um atleta olímpico e estava tentando dizer a mim mesmo no início da corrida que é especial apenas estar aqui”, assim disse um Pidcock encantado no final.

Completaram o pódio, em segundo lugar o suíços Mathias Flueckinger, que ficou com a prata e em terceiro lugar o espanhol David Valero Serrano , com o bronze.

Brasileiros na prova

O atleta Henrique Avancini, grande esperança de medalha, conquistou o principal resultado da seleção após fazer uma excelente largada e terminar a corrida na 13ª colocação, assim o melhor brasileiro em olimpíadas na história do MTB brasileiro.

“Sempre demoro um pouco a entender o que acontece, minha percepção pós-prova não é a ideal. Eu estava muito tranquilo em relação a como eu poderia performar. Não consegui tirar tudo que meu corpo tinha pra dar e isso é muito ruim. Falo com muita segurança que cheguei na minha melhor forma física e não consegui entregar isso. Meu último treino na pista foi extremamente bom, me senti muito rápido no circuito. Não sei se essa é minha última participação ou não, mas não vim para adquirir experiência, vim pra entregar performance. A satisfação é pelo que trabalhei para estar aqui, mas fico decepcionado porque busquei defender o país da forma mais honrosa possível. Agora é tentar tirar o melhor proveito disso”, então declarou Avancini.

O outro brasileiro na prova, em sua primeira olimpíada, Luiz Henrique Cocuzzi cruzou a linha de chegada na 27ª colocação.

“Eu levo muita coisa dos Jogos Olímpicos. Nessa prova você aprende no que tem que melhorar. O que eu aprendi com esses Jogos é que por mais que você treine, trabalhe, sempre temos algo a melhorar, um detalhe para acertar. Apesar de tudo, gostaria de agradecer o trabalho da comissão técnica e todos que ficaram torcendo no Brasil”, então comentou Luiz Cocuzzi.

Assim o resultado entre os 10 melhores colocados (147 km)
  1. Tom Pidcock (GBr) 1:25:14
  2. Mathias Flueckinger (Sui) 0:00:20
  3. David Valero Serrano (Esp) 0:00:34
  4. Nino Schurter (Sui) 0:00:42
  5. Victor Koretzky (Fra) 0:00:46
  6. Anton Cooper (NZl)
  7. Vlad Dascalu (Rom) 0:00:49
  8. Alan Hatherly (RSA) 0:01:19
  9. Jordan Sarrou (Fra) 0:01:36
  10. Milan Vader (Hol) 0:02:07

Veja a programação completa das provas de ciclismo no Jogos de Tóquio

Fotos divulgação SporTV

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.