Um cafezinho é ótimo, mas quanto é muito café, mesmo para um ciclista?

café

O café tem sido tradicionalmente muito usados pelos ciclistas para melhorar seu desempenho

Os efeitos do café, mas especificamente da cafeína, são muito positivos para melhorar o rendimento, principalmente de forma pontual e principalmente no aspecto mais explosivo que pode trazer ao ciclista. Entretanto tudo em excesso pode ser prejudicial.

Quanto café é ideal para um ciclista?

Vamos partir do princípio de que qualquer valor é relativo, porque a quantidade de uma substância ou de um alimento que um ciclista deve comer depende de uma infinidade de fatores. Acima de tudo, seu metabolismo e seu próprio corpo, pois nenhum ciclista é igual ao outro.

Mas existem valores indicados. E para os ciclistas, no que se refere à cafeína, podemos nos aproximar após vários estudos e após a retirada como substância dopante pela Agência Mundial Antidopagem em 2004.

Em relação às quantidades dentro dos valores seguros, as autoridades sanitárias estimam que um adulto não deve ingerir mais de 400 mg de cafeína por dia, pelo menos se o que pretende é usar seu efeito estimulante sem que isso represente riscos à saúde.

Mas, você deve relativizar esse valor geral e aplicá-lo ao seu organismo. Portanto, a medida mais precisa para fazer cálculos sobre quanto café um ciclista deve beber, é considerar não ultrapassar 3 mg para cada quilo de peso. Isso reduz todos os riscos e quaisquer efeitos colaterais, exceto o aprimoramento do desempenho.

Mas há exceções. Para uma grávida ou nos meses de amamentação, por exemplo, recomenda-se não ultrapassar a metade dessa quantidade de cafeína, ou seja, 200mg ao dia.

O teor de cafeína de uma xícara de chá em geral é de menos de 60 mg, mas uma xícara de chá forte pode conter mais cafeína que uma xícara de café regular fraco por exemplo.

O que o café pode trazer a você como um ciclista

Para maximizar a melhora da performance que a ingestão de cafeína pode trazer, deve-se fazer a ingestão cerca de 40 a 60 minutos antes de um esforço intenso ou pico de esforço. 

Seus efeitos são muito positivos e muitos ciclistas consomem, como por exemplo meia xícara de café, géis ou suplementos alimentares com altas doses de cafeína.

Mas, se você quiser consumir cafeína para melhorar seu desempenho no ciclismo, teste essas recomendações e veja como se sente. Porque o café pode causar pequenos problemas secundários, especialmente desconforto intestinal ou gástrico e até problemas de tensão.

Entretanto há riscos para pessoas com hipertensão, que devem ter muito cuidado, por aumentar a frequência cardíaca. Assim não é indicado para pessoas com esse tipo de patologia.

Assim a melhor coisa a fazer é evitar abusos e experimentar pequenas quantidades e ir controlando essas quantidades ideais e o momento de ingeri-las.

Fotos divulgação Pexels.com

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.