Brasileiro de Paraciclismo termina com atletas da seleção dominando

Campeonato chegou ao fim neste domingo, em Brasília, reunindo grandes nomes da modalidade

Encerrando o calendário nacional de Paraciclismo, o Campeonato Brasileiro reuniu mais de 120 ciclistas durante os dias 10 e 12 de dezembro em Brasília. Com os resultados, os melhores atletas de cada categoria somaram pontos para o ranking nacional da modalidade e ainda tiveram a oportunidade de serem observados pela comissão técnica da seleção brasileira.

“O campeonato foi muito bem disputado, os atletas mostraram que apesar das dificuldades do momento de pandemia que estamos atravessando estão ativos. Assim estão conseguindo treinar com segurança e isso fica evidente dentro na pista. Estamos também felizes em observar alguns nomes novos começando a competir demonstrando uma renovação importante para o desenvolvimento do esporte”. Então declarou Edilson Rocha “Tubiba”, Coordenador do Paraciclismo na CBC.

O clima

Apesar do tempo seco e o forte calor durante boa parte do dia, a chuva também resolveu aparecer neste domingo, desafiando ainda mais os atletas. Em algumas categorias, o percurso, montado em um circuito no Setor Militar Urbano, na zona central do Distrito Federal, chegou a superar os 70km de distância.

Na categoria C4 masculino, prevaleceu a experiência e a força do ciclista paraolímpico André Grizante, em primeiro lugar no sprint final com o tempo de 1h44min32s. Elielson Rodrigues terminou em segundo lugar, seguido por André Luiz Macedo, ambos com o mesmo tempo do campeão.

“Primeiramente eu gostaria de agradecer a todos da CBC e CPB pelo excelente trabalho em estar conseguindo entregar um campeonato desde nível. A prova de hoje foi bem técnica, muita marcação, como algumas classes largam juntas, temos que pensar bem na estratégia correto para nada sair do controle. No final acabou indo para a chegada que é uma especialidade minha e consegui terminar com o tricampeonato da prova de resistência”. Então destacou André Grizante, atleta da seleção que participou dos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

No feminino

Entre as mulheres da categoria WC2, Victoria Barbosa finalizou a prova em primeiro lugar com 1h09min38, enquanto Mikaeli de Araujo ficou na segunda colocação.

“Estou evoluindo cada dia um pouco e isso é fruto de muito trabalho, nada acontece por acaso, por isso gostaria de agradecer a todos que estão trabalhando comigo para que esses resultados pudessem se tornar realidade”, então declarou Victoria.

Assim os resultados completos de todas as categorias podem ser acessados através do link.

Foto divulgação CBC/Ana Patrícia

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.