Métodos de treinamento

Os programas de treinamento cardiopulmonar, orientados pelas qualidades físicas visadas, podem compreender diversos métodos de trabalho:

Métodos Contínuos:

São aqueles que envolvem a aplicação de cargas contínuas caracterizadas pelo volume e intensidade. Propiciam basicamente o desenvolvimento da resistência aeróbica.

Métodos Intervalados

Tiveram origem em 1939. Em 1952 o fisiologista alemão Reidell deu sua forma atual. Sua origem assim como outros métodos foi desenvolvido para corrida de meio fundo, porém graças a seu aperfeiçoamento foi utilizado para treinar fundo. Com o passar dos anos, inspirados no método intervalado, surgiram diversos métodos de treinos que constituem hoje o principal instrumento de treinamento para velocidade e resistência anaeróbica para atletas de várias modalidades.

Guilherme Muller (Thiago Lemos- CIMTB)
Guilherme Muller (Thiago Lemos – CIMTB)

Métodos Fracionados

Constituem no que a de mais moderno na ciência do treinamento desportivo oferece ao preparador físico. Estes métodos são aplicados principalmente em centros de treinamento de universidades americanas, têm como princípio a aplicação de um segundo estímulo somente após a neutralização quase total dos efeitos do primeiro, num tempo de recuperação compatível.

Método em circuito

O treinamento em circuito tem sua característica por ser misto, pois tanto presta para o condicionamento pulmonar como para o neuromuscular. Pode ser dosado para trabalhar em qualquer um dos sistemas energéticos pela correta utilização de estímulos e intervalos.

Métodos adaptativos

Este método se caracteriza pela diminuição da oxigenação. Existem dois tipos de métodos adaptativos: Hypoxic Training e Altitude Training

Hypoxic Training: Muito utilizado em natação,consiste em reduzir a oxigenação por meio do aumento do número de braçadas dadas entre as respirações.

Altitude Training: Neste método a altitude atuará como carga de um exercício caracterizada por dois aspectos: Carga principal – Queda de pressão parcial de O2 e Carga suplementar – Uso o esforço de subir correndo uma elevação.

Abraços e bons treinos,
Professor Eduardo Prosdocimi
CREF 044742- G/RJ
Email : eduardoprosdocimi@gmail.com
Tel : 21-96490-3393

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.