Priscila Stevaux e Bruno Cogo fecham a temporada na Copa do Mundo de BMX

BMX Racing

Dois dos principais nomes do ciclismo BMX entraram em ação neste final de semana, pela 7ª e 8ª etapas da Copa do Mundo de BMX, que finalizou a temporada 2021, igualmente em Sakarya, na Turquia.

Priscilla Stevaux começou bem a competição. Na segunda bateria da primeira fase, ela terminou em terceiro lugar, com o tempo de 39.244, garantindo a vaga na semifinal. No geral, ela conseguiu o 11º melhor tempo entre as 16 atletas que se classificaram.

Na semifinal, entretanto, Priscilla Stevaux ficou apenas na sétima colocação, piorando o tempo em relação à primeira bateria, 39.718. Assim, ela não conseguiu avançar à final nesta etapa da Copa do Mundo de BMX.

No masculino

Bruno Cogo também estreou bem, ficando em segundo lugar de sua bateria na primeira fase, com o tempo de 34.966. Assim, ele se classificou para a disputa das quartas de final, mas não conseguiu avançar à semi, que então também terminou em sétimo lugar, com 35.744.

Domingo

Na primeira fase, Priscilla Stevaux caiu numa bateria difícil, que então teve em primeiro lugar a holandesa Laura Smulders com 37s983, mas a brasileira conseguiu se classificar para a semifinal ao ficar em quarto lugar com 39s147.

Pela semifinal, a brasileira não conseguiu melhorar seu tempo, fez 39s965 e terminou na sétima colocação na bateria, que foi vencida igualmente por Laura Smulders com 37s238. Na outra bateria, a bicampeã olímpica Mariana Pajón, da Colômbia, se classificou em primeiro com 37s742.

Na final, a expectativa era por um duelo entre Mariana Pajón e Laura Smulders, as únicas até então a andarem abaixo dos 38s. Mas a americana Felicia Stancil roubou a cena na largada e tomou a ponta. A ciclista dos Estados Unidos ficou na liderança até a última reta, quando foi ultrapassada por Smulders, que venceu com37s752, apenas 0s094 de vantagem sobre a segunda colocada. Mariana Pajón ficou com a medalha de bronze com 38s409.

No masculino

O título da oitava etapa da Copa do Mundo de BMX foi conquistado pelo suíço Simon Marquart, em primeiro lugar com o tempo de 33s671. Diego Arboleda, da Colômbia, ficou em segundo lugar com 34s046, apenas 0s035 a frente do francês Joris Daudet, que ficou em terceiro.

Único brasileiro na disputa masculina, Bruno Cogo ficou longe da briga por medalhas. Na primeira rodada, ele se classificou para as quartas de final ao terminar em quarto lugar em sua bateria com o tempo de 36s837.

Nas quartas de final, Bruno Cogo se envolveu em um choque com Kristens Krigers, da Letônia, e os dois completaram a bateria quase 15 segundos depois do primeiro colocado.

Foto divulgação

Aviso: Se você é o detentor dos direitos autorais das imagens utilizada nessa matéria, entre em contato para que possamos dar os devidos créditos ou retirar, caso assim seja necessário.

Além disso você também pode se interessar:

Clique aqui e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.