Como fazer uma verificação na bike antes de pedalar

verificação na bike
Faça essa verificação rápida em 5 etapas sempre que estiver se preparando para pedalar, seja na noite anterior ou mesmo ante de sair.

É importante fazer essa verificação na bike antes de cada pedalada para evitar problemas no caminho, na estrada ou na trilha. Para tornar mais fácil e rápido lembrar as etapas, usamos o método “M”. Cada um dos 5 pontos da letra “M” significa um ponto de verificação em sua inspeção. Você começa na roda traseira, sobe até o canote do selim, desce nos pedais, no guidão e por fim desce até a roda dianteira.

Aprenda a executar a verificação antes de cada pedalada seguindo o passo a passo abaixo.
O primeiro ponto do “M” é a roda traseira.
verificação na bike
Foto reprodução

Com um bomba de ar e verifique se o pneu está inflado com a pressão recomendada. Caso não saiba a pressão, verifique o PSI recomendado na parede lateral do seu pneu. Assim se a pressão estiver muito baixa, encha o pneu na faixa recomendada.

Se você tiver usando sistema tubeless (sem câmara de ar), verifique seu selante girando a roda para ouvir o som do liquido dentro do pneu.

Verifique a blocagem ou eixo passante dianteiro, as pastilhas ou sapatas de freio quanto a desgaste e gire sua roda para garantir que esteja funcionando livremente, sem pegar no freio. Caso o freio esteja pegando, verifique se a roda está assentada corretamente, mas também pode ser necessário ajustar os freios.

Segundo ponto do “M” da verificação na bike
verificação na bike
Foto reprodução

Tente mover o selim para verificar se esta devidamente fixo. Verifique se o selim esta fixo no canote e a abraçadeira do canote está firme e segurando assim o conjunto firmemente no quadro.

Em seguida, com sua bicicleta no chão, levante e solte a parte traseira da bicicleta a partir da altura do tornozelo. Preste atenção e ouça qualquer chocalhar ou outros sons estranhos. Isso pode significar que algo está solto mas também desgastado.

Assim vale também checar se estão na bolsa de selim, se usa, as ferramentas e câmara de ar reserva, mas também bomba de ar ou cilindro de Co2.

Terceiro ponto do “M” da verificação na bike
verificação na bike
Foto reprodução

Agora desça para a regidão do pedivela. Gire os pedais e verifique se há rangidos ou outros sons.

Em seguida verifique os 2 pedais, se há alguma folga no sistema. Mas também gire o pedivela para trás e ouça qualquer ruído ou rangido na corrente ou no sistema de troca de velocidades. Geralmente ruido da corrente pode apenas significar que a corrente precisa de lubrificação, mas ruídos de mudança geralmente demandam regulagem.

Se sua bike tiver suspensão traseira, verifique o funcionamento da mesmo, veja se encontra algum vazamento na mesma.

Quarto ponto do “M” da verificação na bike
verificação na bike

Com a bicicleta no chão, levante a dianteira da bicicleta até a altura do tornozelo e deixa-a cair. Com a roda dianteira levantada novamente, gire o guidão para os lados e veja se existe algum resistência ou barulho estranho. Preste atenção e ouça qualquer ruído estranho, assim como você fez na parte traseira da sua bicicleta anteriormente.

Gire o guidão e verifique o funcionamento regular do mesmo. Também verifique se os parafusos da mesa, manetes de freio, e guidão estão corretamente apertados. Caso encontre algo solto, fora do lugar pode ser o momento de um aperto.

Em seguida, aperte os freios e mexa a bike para frente e para trás para verificar o bom funcionamento do sistema. Com a roda dianteira levantada, gire o guidão para os lados e veja se existe algum resistência ou barulho estranho. Se estiver usando freios hidráulico verifique se algum vazamento no sistema.

Quinto ponto do “M” da verificação na bike
verificação na bike
Foto reprodução

O ponto final do “M” é a roda dianteira, dessa maneira você basicamente repetirá o mesmo processo usado na roda traseira.

Com um bomba de ar e verifique se o pneu está inflado com a pressão recomendada. Caso não saiba a pressão, verifique o PSI recomendado na parede lateral do seu pneu. Assim se a pressão estiver muito baixa, encha o pneu na faixa recomendada.

Se você tiver usando sistema tubeless (sem câmara de ar), verifique seu selante girando a roda para ouvir o som do liquido dentro do pneu.

Por fim verifique a blocagem ou eixo passante dianteiro, as pastilhas ou sapatas de freio quanto a desgaste e gire sua roda para garantir que esteja funcionando livremente, sem pegar no freio. Caso o freio esteja pegando, verifique se a roda está assentada corretamente, mas também pode ser necessário ajustar os freios.

Se sua bike tiver suspensão dianteira, verifique o funcionamento da mesmo, veja se encontra algum vazamento na mesma.

Seguindo esses passos de verificação na bike, sua pedalada provavelmente não terá problemas. Mas lembrando que fazer manutenção preventiva na bike é fundamenta para garantir o bom funcionamento e a vida útil dos componentes.

Foto reprodução
Além disso você também pode se interessar:
Medida acertada

Clique no link e veja os descontos que nossos parceiros concede para nossa audiência!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.