Desafios da nutrição em provas extremas como o Audax de 1.200 km

nutrição
1200km de Bicicleta em 90 horas? Sim! Esse é o AUDAX Paris Brest Paris.

Porém, não estou aqui para falar especificamente sobre a prova, mas, para falar sobre a Nutrição que permita completar uma prova assim. Tenham certeza que as estratégias nutricionais para uma prova desse formato não serão construídas em um mês, mas, em vários meses e até anos.

Tive a oportunidade de acompanhar um atleta em sua preparação para essa desafiadora prova. Existe a preparação física e técnica e também a preparação nutricional. O atleta precisa completar as etapas anteriores do AUDAX, para se habilitar para o próximo desafio e também, treinar. Com isso, temos a oportunidade de treinar, testar e estabelecer juntos a melhor e mais adequada estratégia nutricional que será usada durante as provas.

Quando começamos nosso trabalho, o atleta queria saber sobre o uso do suplemento cafeína, pois, tentou fazer uma prova noturna e não suportou a privação de sono. Buscou a ajuda profissional de um nutricionista, para não usar suplemento de forma inadequada. Ali, começou nossa história e aprendizado.

Treinar a nutrição nos treinos é fundamental, pois, durante a atividade física exigimos que nosso corpo faça digestão sob condições não muito fáceis.

Com esse atleta, tivemos que:
  • Adequar o uso de isotônico, água e reposição de eletrólitos por meio de cápsulas, já que ele apresentava enjoos com o uso constante do isotônico;
  • Estabelecer opções sólidas de alimentos, pois, o carboidrato em gel não era muito tolerável por ele;
  • Criar opções de alimentos práticas e possíveis de serem carregadas sem refrigeração;
  • Definir e testar a frequência e intervalo de pequenos alimentos ou refeições, já que trabalhamos em provas que duravam mais de 24 horas.

Assim, fomos criando a estratégia nutricional específica e personalizada para este atleta, para ser usada em suas provas e dar o suporte energético e a capacidade de completar os desafios.

Trabalhar a nutrição específica de cada atleta e levar em conta suas particularidades é fundamental para a elaboração da estratégia nutricional adequada.

Em Paris, ainda fizemos um trabalho diferenciado! A tecnologia salva… hehehe!

Dessa maneira ele me mandava mensagens pelo celular e me falava quais alimentos estavam disponíveis durante as paradas nas cidades e podíamos estabelecer quais eram as melhores opções para serem consumidas. É importante evitar alimentos que possam trazer algum desconforto estomacal ou intestinal.

Não consigo imaginar uma prova dessa dimensão sem acompanhamento nutricional adequado. A nutrição adequada assim além de permitir o melhor rendimento ajudará o corpo a ter um menor desgaste e chegar ao final desse desafio sem maiores comprometimentos da saúde.
Treine também a Nutrição!

Agradeço ao atleta Diógenes Guedes a oportunidade de viver essa experiência!

Tatiana Vasconcelos – nutricionista esportiva
tatianavasconcelosnutricao@gmail.com
@tatianavasconcelosnutricao

Além disso você também pode se interessar:
Medida acertada

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.